Caixa Forte de Pompéia

Caixa Forte de Pompéia


ANÚNCIO DE EVENTO

ENCONTRO: Até 15 de maio de 2016.

LUGAR, COLOCAR: Museu de Arqueologia Kelsey da Universidade de Michigan, 434 S. State St., Ann Arbor

EXIBIR: & # 8220Lazer e luxo na era de Nero: as vilas de Oplontis perto de Pompéia & # 8221 explorarão o estilo de vida luxuoso e os interesses econômicos dos cidadãos mais ricos e poderosos da Roma antiga, incluindo Júlio César, Cícero, Augusto e Nero, que os possuíam vilas e férias nesta região, localizada ao longo da Baía de Nápoles.

Jarro de bronze decorado com animais aquáticos e máscara. Imagem cedida por Kelsey Museum Apresentando mais de 200 objetos que nunca antes foram exibidos fora da Itália, a exposição no Museu de Arqueologia de Kelsey da UM enfoca duas estruturas em Oplontis que foram enterradas quando o Monte Vesúvio entrou em erupção em 79 DC. Uma estrutura (Villa A ) é uma enorme villa de luxo que pode ter pertencido à família da segunda esposa de Nero e # 8217s Poppaea. O outro (Oplontis B) é um complexo residencial-comercial próximo - um centro para o comércio de vinho e outros produtos de vilas.

& # 8220O fenômeno das vilas luxuosas se desenvolveu em um período depois que Roma conquistou a maior parte do antigo mundo mediterrâneo & # 8221, disse Elaine Gazda, curadora da exposição e curadora de antiguidades helenísticas e romanas em Kelsey. & # 8220 Seguiu-se uma enorme quantidade de riqueza e, embora contrariava os valores conservadores romanos, os generais e outros de alta estatura começaram a viver como os reis que haviam conquistado. & # 8221

Gazda diz que a exposição abrange três galerias do museu que destacam pessoas de diferentes classes econômicas que viviam dentro e ao redor das vilas.

Uma galeria exibe uma seleção de obras de arte primorosamente trabalhadas - esculturas de mármore, pinturas de parede e pisos de mármore embutidos - que criaram um cenário opulento para os proprietários da Villa A e os muitos convidados que receberam. Em contraste, esta galeria também exibe os objetos humildes da vida diária - vasos de plantio, almofariz e pilão e lâmpadas a óleo que oferecem um vislumbre da vida dos escravos cujo trabalho tornou possível o estilo de vida de elite dos proprietários.

Uma segunda galeria evoca a vida comercial e doméstica de Oplontis B. O comércio e o comércio são representados por potes de envio mostrados ao lado de uma grande caixa-forte ricamente ornamentada, onde as receitas e os registros do comércio eram provavelmente guardados. Uma exposição de objetos domésticos - recipientes de bronze, vidro e cerâmica - dá uma dica sobre a vida dos residentes de & # 8220 classe média & # 8221 de Oplontis B.

& # 8220 Espero que os visitantes não apenas fiquem impressionados com os belos objetos que temos em vista, mas também considerem o outro lado do luxo - as pessoas e as comunidades que tornaram esse tipo de estilo de vida possível. & # 8221 disse Gazda. & # 8220Levando em consideração as enormes disparidades de riqueza naquela época, é possível que as lições daquela sociedade sejam transferidas para a nossa hoje. & # 8221

O trágico fim da vida trazido pela erupção do Monte Vesúvio se reveste de forma pessoal em uma exposição que focaliza os objetos encontrados com um dos 54 esqueletos descobertos em Oplontis B, o de uma jovem grávida que carregava uma grande quantidade de joias e moedas durante sua tentativa fracassada de escapar. Uma seleção desses objetos dá uma ideia do que essa mulher e outras pessoas como ela consideravam os pertences portáteis mais valiosos para levar na esperança de sobreviver à erupção.

Uma terceira galeria apresenta aos visitantes a história das escavações, os métodos dos arqueólogos e a devastação ambiental causada pela erupção vulcânica. Um terminal de computador com um modelo navegável em 3D da Villa A e imagens escaneadas a laser de Oplontis B permitirá que os visitantes relacionem os objetos em exposição com os sítios arqueológicos, tanto como eles se parecem agora quanto como os arqueólogos reconstruíram sua aparência antiga.

O museu planejou uma série de eventos relacionados em conjunto com a exposição, incluindo palestras, passeios, atividades familiares e exibição de filmes. Um catálogo impresso estará disponível na loja de presentes do museu e # 8217s.


Caixa forte de Pompeia - História

Eu finalmente tive a chance de dar uma olhada em alguns dos links enviados após meu post anterior sobre a Pompeia de Saratoga Springs (obrigado a vocês que comentaram sobre isso!). Em particular, eu estava me perguntando o que aconteceu com este edifício (afinal, o Pompejanum de Aschaffenburg ainda pode ser visitado hoje) e fiquei intrigado com a ideia de que este maravilhoso edifício pode agora ser a base de uma empresa de publicidade. Então, eu pesquisei 'Pompeia', 'Saratoga Springs' e 'publicidade' no Google e descobri o nome da empresa de publicidade, Palio. Uma breve troca de e-mails com Lori Goodale em Palio revelou que Palio está realmente baseado na Pompeia. Lori compartilhou muito prestativamente as informações que Palio mantém em seus arquivos sobre o prédio e uma fotografia atual do átrio. Portanto, aqui está minha história resumida da Pompeia, baseada no que Lori me deu e em algumas coisas extras que consegui desenterrar.
O Pompeia foi construído em 1889 pelo arquiteto e comerciante de ferragens de Boston, Franklin Webster Smith, outrora apelidado de 'Reconstruction Smith'. Ele já havia construído a Villa Zorayda em St Augustine, Flórida (um palácio mouro) e a Casa Monica Hotel, também em St. Augustine (outro castelo mouro, mas em uma escala que parece muito maior o site contém imagens históricas do hotel, que são incríveis). Smith foi descrito como 'um homem de visão e previdência' que queria aumentar a prosperidade de Saratoga e sua posição cultural e intelectual. Aparentemente, ele tinha uma aversão pessoal por corridas de cavalos e jogos de azar, pelos quais Saratoga era famosa. Ele iria projetar os Salões dos Antigos em Washington D.C. Havia um mosaico "Salve" nas fauces, com a sala dos porteiros de cada lado e um mosaico de cana-de-caverna na entrada do átrio. Todos os móveis do átrio - mesas, cadeiras, sofás, instrumentos musicais, tripés, candelabros - foram copiados de originais do Museu de Nápoles ou de pinturas murais encontradas em Pompéia ou Herculano. Gabinetes de bustos de antepassados ​​e arquivos familiares, localizados no tablino. O teto aqui foi decorado com cópias de mosaicos da Vila de Diomedes (não sei quais!). Havia cópias de rolos de papiro e uma réplica de uma caixa-forte do Museu de Nápoles. Havia uma sala de palestras decorada com uma pintura da 'Grandeza de Roma na época de Constantino', com 50 pés de comprimento por 11 pés de altura. Esta pintura foi gravemente danificada em um incêndio (veja abaixo). A intenção de Smith era que Pompeia se tornasse uma excursão anual para todas as escolas e faculdades a 'um dia de viagem' de Saratoga. A taxa de entrada era de 50 centavos e por alguns anos a Pompeia foi um destino turístico famoso. Smith tinha outros planos para Saratoga também, mas a maioria deles nunca viu a luz. Ele faliu e os bancos executaram a hipoteca da Pompeia em 1906. No entanto, o edifício ainda está de pé e teve (ou talvez sofreu) uma história variada desde 1906. Em 1914, a Pompeia foi comprada pela Associação Maçônica do Salão e foi usada pela maçons locais por 30 anos. Na véspera do Natal de 1926, um incêndio destruiu partes de Pompeia, incluindo muitas das relíquias romanas e um corredor de murais e artefatos egípcios. O fotógrafo local George S. Bolser era uma criança quando isso aconteceu e lembrava de múmias egípcias fumegantes na rua enquanto a polícia perseguia crianças curiosas! Os maçons venderam a Pompeia em 1952 e ela se tornou uma sinagoga e centro comunitário judaico até 1989. Não consegui descobrir como o prédio foi usado entre 1989 e 1999 (ano em que Palio se mudou). Abaixo está uma foto do átrio da Pompeia hoje. Adoro as colunas verdes e a pintura do que penso ser a pista de corridas de Saratoga ao fundo.

Resgate de Pompeii: destaques de objetos

Resgate de Pompeii: Marinha, Império, Catástrofe está atualmente no Australian National Maritime Museum em Darling Harbour. É uma exposição relativamente pequena com objetos de origem internacional do Museu Arqueológico Nacional de Nápoles, bem como das escavações de Pompéia e Herculano.

Esta exposição não é só sobre Pompéia e Herculano. O filme 3D de abertura define o cenário para a erupção do Monte Vesúvio em 79 DC. Mas, uma vez que você entra na exposição, ela conta a história do comércio marítimo romano e da Marinha Romana. Isso fornece o contexto para o primeiro resgate de civis conhecido pela marinha após a erupção liderada pelo comandante Plínio, o Velho.

Pompeii Rescue leva cerca de uma hora ou mais para ler se, como eu fiz, você leu 70% ou mais dos rótulos! A vantagem de ser de pequena escala é que você pode reservar um tempo para olhar os objetos de perto. Neste post, eu & # 8217ve destaque um punhado de artefatos desta exposição.

Ballista Ball

À esquerda, você verá uma bola bastante grande. Não é para brincar, este é um exemplo de um míssil de pedra lançado por uma balista romana & # 8211 um tipo de catapulta. Nas paredes ao redor de Pompéia, ainda existem evidências de buracos do tamanho de bolas de balista. Os danos são evidências do cerco que ameaçou a cidade após a revolta de Pompeia contra o império em 89 AC.

Fatia de pão

Nenhuma exposição sobre as cidades do Vesúvio poderia ficar sem um item tão icônico! Durante a erupção do Monte Vesúvio em 79 DC, este pão foi carbonizado e preservado. Sempre me surpreende pensar que este pão poderia ter sido comprado por um Herculanean local para sua família, não fosse por aquele incrível evento catastrófico. Quer saber mais sobre como o pão era feito na antiga Herculano? Confira este vídeo.

Caixa forte

Esta exposição inclui principalmente objetos de pequeno e médio porte. Então, quando você vira uma esquina e esta caixa-forte de Pompeia o confronta, certamente tem um efeito deslumbrante!

Utensílios de mesa de vidro

Eu sempre amei objetos antigos feitos de vidro colorido & # 8211 tais fragilidades de evidências sobre o mundo antigo! Aqui, temos uma tigela e dois jarros encontrados em Pompéia, considerados itens de luxo pelos romanos. Como um aparte, este é um belo arranjo de artefatos!

Um Alívio de Pedra

Este relevo mostra dois antigos navios de guerra romanos e seus soldados. Achei fascinante, já que é muito difícil encontrar vestígios físicos de navios de guerra romanos hoje. Muito do que sabemos sobre esses navios vem de frisos e relevos como este. Em 1999, houve uma descoberta surpreendente de nove navios mercantes romanos & # 8211 leia mais sobre isso aqui.

& # 8216Pompeii Trader & # 8217

Não, não é um artefato & # 8216Pompeii Trader & # 8217 é um interativo digital da exposição. Freqüentemente, os interativos do museu são bastante desanimadores, mas este é muito legal. Tenho certeza de que é predominantemente para as crianças, mas os adultos também podem se divertir! Em & # 8216Pompeii Trader & # 8217, você se torna um antigo comerciante encarregado de visitar diferentes lojas de Pompeia para abastecer seu navio com os produtos comerciais mais lucrativos. Conforme você avança, você aprende sobre os diferentes tipos de bens comercializados em todo o antigo Império Romano e além! Quer um garum, alguém?


Conteúdo

No norte da Britânia, em 62 DC, uma tribo de cavaleiros celtas é brutalmente exterminada pelos romanos liderados por Corvus (Kiefer Sutherland). O único sobrevivente, um menino chamado Milo, cuja mãe Corvus matou pessoalmente, é capturado por traficantes de escravos.

Dezessete anos depois, em Londinium em 79 d.C., o proprietário de escravos Graecus (Joe Pingue) assiste a uma batalha de gladiadores, sem se impressionar até ver o adulto Milo (Kit Harington), um talentoso gladiador que a multidão chama de "o celta". Milo logo é levado a Pompéia com seus companheiros escravos. Na estrada, eles veem um cavalo cair enquanto desenhava uma carruagem carregando Cassia (Emily Browning), retornando após um ano em Roma, e sua serva Ariadne (Jessica Lucas). Milo mata o cavalo para acabar com seu sofrimento, e Cassia é atraída por ele. Cassia é filha do governador Severus (Jared Harris) e de sua esposa Aurelia (Carrie-Anne Moss). Severus espera que o novo imperador Tito invista em planos para reconstruir Pompéia, apesar da advertência de Cássia de que Roma está se tornando mais corrupta. Félix (Dalmar Abuzeid), um servo, leva o cavalo de Cássia, Vires, para um passeio, apenas para ser engolido quando um terremoto do Monte Vesúvio abre o solo sob ele.

Em Pompéia, Milo desenvolve uma rivalidade com Atticus (Adewale Akinnuoye-Agbaje), um gladiador campeão que, pelas leis romanas, terá sua liberdade após obter mais uma vitória. Os gladiadores são exibidos em uma festa onde Corvus, agora um senador, diz a Severus que o imperador não vai investir em seus planos, mas ele mesmo o fará. É revelado que Cassia deixou Roma para escapar dos avanços de Corvus. Quando um terremoto causa ansiedade em alguns cavalos, Milo ajuda a acalmá-los. Ele então leva Cassia para um passeio e diz a ela que eles não podem ficar juntos. Voltando para a vila, Corvus está pronto para matar Milo (não o reconhecendo do massacre da vila), mas Cassia implora pela vida de Milo. Milo é chicoteado por suas ações e Atticus admite respeito por seu rival enquanto eles se preparam para se enfrentar no próximo festival.

No Anfiteatro de Pompéia, para punir Milo, Corvus ordena que ele seja morto na primeira batalha, e o perverso treinador Bellator (Currie Graham) convence Graecus a sacrificar Atticus também. Os dois homens e outros gladiadores são acorrentados a rochas enquanto outros gladiadores aparecem como soldados romanos, para recriar a vitória de Corvus sobre os celtas. Trabalhando juntos, Milo e Atticus sobrevivem à batalha. Atticus percebe que os romanos nunca honrarão sua liberdade. Durante a batalha, Corvus força Cássia a concordar em se casar com ele, ameaçando mandar matar sua família por suposta traição contra o imperador. Quando Milo e Atticus vencem, Cássia desafia Corvus fazendo um "sinal de positivo" para que eles vivam, e Corvus a leva para a villa para ser trancada. Alegando que um terremoto é um sinal de Vulcano, Corvus faz seu oficial Proculus (Sasha Roiz) lutar contra Milo um a um. A batalha é interrompida quando o Monte Vesúvio entra em erupção, criando tremores enormes que fazem a arena desabar, enviando Milo e Próculo às masmorras. Milo abre os portões para permitir que seus colegas gladiadores tenham a chance de atacar as fugas de Proculus, enquanto os gladiadores matam Bellator. Vendo Corvus caído sob uma viga colapsada, Severus tenta matá-lo, mas Corvus o esfaqueia e foge.

A erupção envia destroços em chamas chovendo sobre a cidade enquanto a população tenta fugir para o porto. Uma bola de fogo destrói e afunda um navio, matando o Graecus em fuga. Antes de morrer, Aurélia conta a Milo que Cássia está na villa. Milo corre para a vila e consegue salvar Cássia, mas Ariadne é morta quando a vila desmorona no Mar Mediterrâneo. Atticus tenta chegar ao porto, mas um tsunami criado pelo vulcão atinge a cidade, destruindo o porto e as paredes externas, e esmagando vários navios. Reunindo-se com Atticus, Milo sugere procurar cavalos na arena para escapar. Enquanto os gladiadores enfrentam soldados romanos na arena, Cassia é raptada por Corvus depois de encontrar os corpos de seus pais. Atticus faz Milo perseguir a carruagem que carrega os dois enquanto ele luta contra Próculo. Atticus é mortalmente ferido no duelo, mas mesmo assim consegue matar Próculo.

Milo persegue Corvus pela cidade, evitando apenas bolas de fogo e infraestrutura em colapso. Cassia consegue se libertar antes que a carruagem colida com o Templo de Apolo. Milo e Corvus duelam enquanto uma bola de fogo destrói o templo. Cassia acorrenta Corvus a um prédio, enquanto Milo declara quem ele é, que Corvus matou sua família e agora seus deuses estão vindo para punir o senador. Milo e Cassia partem enquanto uma onda piroclástica entra na cidade, incinerando Corvus. Na arena, Atticus orgulhosamente proclama que morre livre antes de ser consumido pelo fluxo piroclástico. Nos arredores da cidade, o cavalo derruba Milo e Cássia. Milo diz a Cássia para deixá-lo, percebendo que o cavalo não é rápido o suficiente para carregar os dois. Em vez disso, ela manda o cavalo embora, não querendo gastar seus últimos momentos correndo, e sabendo que eles não podem fugir da onda. Milo beija Cassia enquanto a onda os engole. A última foto é dos corpos petrificados da dupla, presos em um abraço eterno.

O filme foi rodado em Toronto, Canadá, de março a julho de 2013, [18] principalmente nas instalações da Kipling Avenue do Cinespace Film Studios. A Constantin Film e a Don Carmody Productions selecionaram anteriormente o Cinespace como local de filmagem para Resident Evil: Retribuição e Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos. [19]

O protagonista, Kit Harington, passou por um regime de treinamento exaustivo para o filme, a fim de ganhar força para o papel. Harington afirmou que queria "fazer uma transformação corporal para alguma coisa - era um daqueles processos que eu nunca tinha feito antes. Fiquei obcecado por isso. A ponto de ir para a academia três vezes por dia durante seis dias por semana. Eu estava ficando exausto. Então o treinador entrou e disse: 'Olha, você não precisa passar por tudo isso. Isso é dismorfia corporal agora. " [20]

Pompéia foi a quarta vez que o diretor Anderson usou câmeras 3D em seus filmes, sendo a primeira Resident Evil: vida após a morte em 2010. Resident Evil os produtores Jeremy Bolt e Don Carmody se reuniram com Anderson para o filme. FilmDistrict comprou os direitos de distribuição nos Estados Unidos e, devido ao relacionamento da Sony com os cineastas, eles optaram por lançar o filme com a TriStar Pictures. [3] Summit Entertainment, que lançou Anderson's Os três mosqueteiros, cuidou das vendas de distribuição fora da Alemanha e dos Estados Unidos (por meio da Lionsgate).

Bilheteria Editar

Pompéia arrecadou dez milhões em seu fim de semana de abertura, terminando em terceiro, contra a forte concorrência de O filme LEGO. [21] Em 30 de junho de 2014, o filme arrecadou $ 23,2 milhões na América do Norte e $ 78,6 em outros territórios para um total mundial de $ 117,8 milhões. [8]

O filme ganhou o prêmio Golden Screen da Academia de Cinema e Televisão do Canadá em 2014 como o filme canadense de maior bilheteria do ano. [22]

Resposta crítica Editar

O site de agregação de resenhas Rotten Tomatoes dá ao filme 27% com base em 162 resenhas, com uma classificação média de 4,36 em 10. [23] O consenso do site diz: "Esta aventura de espada e sandália de grande orçamento carece de energia e de narrativa peso para equivaler a mais do que um prazer culpado. " [23] No Metacritic, o filme tem uma pontuação agregada de 39 de 100 com base em 33 críticos, indicando "críticas geralmente desfavoráveis". [24] O público entrevistado pela empresa de pesquisa de mercado CinemaScore deu uma nota média de "B" em uma escala de A + a F. [25]

Alguns críticos foram bastante favoráveis, como mostra a análise do Vulture.com, que resumiu o filme como ". Não é uma história particularmente original, mas galopa em um bom clipe, com os mocinhos apropriadamente galantes e sem fôlego e os bandidos apropriadamente presunçosos e rudes . E quer se trate de elaboradas batalhas de gladiadores ou uma perseguição de carruagem por uma cidade em chamas, Anderson dirige com precisão, ritmo e crueldade - ele tem um olho e um ouvido para a violência, para o impacto visceral de uma morte. No seu melhor, ele cria sequências de ação nas quais você sente que tudo pode acontecer, embora geralmente saiba como elas vão acabar. E as de Pompéia são mais envolventes do que as de qualquer filme de super-heróis que vi no ano passado. Enquanto isso, o desastre torna os vilões ainda mais mesquinhos , e os amantes devotados ainda mais românticos. É tudo como deveria ser. De Bulwer-Lytton a Leone, a história de Pompeia nunca deixou de ser um schlock: Não é a Bíblia e não é Homero. Neste lindo , bobo, ex citando uma nova versão, ela encontra seu nível. Pompeii 3-D quer apenas entreter. E faz, com orgulho. "[26]

Harington mais tarde brincou sobre a recepção do filme em Saturday Night Live, observando que o filme foi "mais desastroso do que o evento em que foi baseado." [27]

Edição de elogios

Prêmio Data de cerimônia Categoria Destinatário (s) Resultado Ref (s)
Prêmio Framboesa de Ouro 21 de fevereiro de 2015 Pior Ator Coadjuvante Kiefer Sutherland Nomeado [28]
Prêmio Tela de Ouro: longa-metragem 1 de março de 2015 Conquista em direção de arte, Conquista em figurino, Conquista em som geral, Conquista em edição de som, Conquista em efeitos visuais Pompéia Ganhou [22] [29]

Para reconstruir eventos históricos, o filme baseia-se em duas cartas de Plínio, o Jovem, ao historiador romano Tácito. Ele começa com a citação de Plínio: "Você podia ouvir os gritos das mulheres, o lamento das crianças e os gritos dos homens, alguns chamando seus pais, outros seus filhos ou suas esposas, tentando reconhecê-los por suas vozes. As pessoas lamentavam seu próprio destino ou o de seus parentes, e houve alguns que oraram pela morte em seu terror de morrer. Muitos imploraram a ajuda dos deuses, mas ainda mais imaginaram que não havia mais deuses, e que o universo estava mergulhado na escuridão eterna para sempre. " [30] Anderson se apaixonou por seus escritos, particularmente seu elemento quase fantástico e sua eloqüência, cuja influência pode ser vista ao longo do filme na destruição de Pompéia. [31]

A descrição da erupção é baseada em erupções que ocorreram em todo o mundo nos últimos dez anos. Anderson cita a erupção vulcânica do Monte Etna na Itália e várias erupções de vulcões japoneses como exemplos específicos de erupções vulcânicas que a equipe de produção observou por meio de imagens capturadas em filme. [31] Além disso, Anderson queria retratar o relâmpago que muitas vezes é visto na nuvem de cinzas acima das erupções, como ele nunca tinha visto antes, e ele sentiu que era magnífico e muito assustador. A equipe de animação estava tão preocupada com o realismo na erupção que eles sempre teriam fotos reais e imagens de erupções reais visíveis para eles em telas separadas enquanto montavam a erupção do Monte Vesúvio para o filme. [31] As alegações de Rosaly Lopes, uma vulcanologista do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA em Pasadena, Califórnia, apóiam o trabalho de Anderson, afirmando que o filme "capturou de forma realista os terremotos que precederam a erupção, as explosões e os fluxos piroclásticos de cinzas quentes e gás que enterrou a cidade e seus residentes. " [32]

A representação da cidade foi baseada nas ruínas sobreviventes de Pompéia. Para garantir a precisão total, quaisquer fotos da cidade antiga foram construídas com imagens existentes das ruínas. Anderson afirma, "faríamos uma tomada real de helicóptero sobre as ruínas da cidade para sabermos que estávamos obtendo o layout da cidade correto. Em seguida, projetaríamos uma imagem gerada por computador sobre a fotografia real. Isto é como obtivemos a arquitetura da cidade precisa. " [31] Sarah Yeomans, uma arqueóloga da USC, elogiou a atenção aos detalhes na representação do filme de Pompéia, observando, por exemplo, as pedras de pavimentação levantadas nas ruas, o grafite político nos edifícios e o anfiteatro onde combates de gladiadores acontece em. [32]

Anderson descreveu outros aspectos do filme como sendo menos rigorosamente históricos. Por exemplo, ele afirma que o cronograma dos eventos foi compactado para manter os níveis de intensidade elevados. Seu retrato de alguns aspectos da erupção, em particular a inclusão de bolas de fogo chovendo do céu, foram incluídos para um efeito dramático, em vez de precisão histórica. [31] Ele também recebeu pequenas críticas de Yeomans por sua representação de mulheres, que não seriam vistas sozinhas na cidade, envolvidas em assuntos políticos, nem vestindo as roupas reveladoras que usaram no filme. [32] Anderson retratou essas mulheres mais de acordo com os gostos modernos. Os próprios personagens são fictícios. Anderson encontrou inspiração para eles em pessoas reais, representando o famoso molde de gesso dos "amantes gêmeos" de Pompéia como Milo e Cássia, e encontrando inspiração para Atticus nos moldes do homem encolhido. Anderson disse que recebeu a aprovação de todos os vulcanologistas e historiadores aos quais mostrou o filme, tendo recebido "notas altas tanto pela precisão científica quanto histórica", que é o que a equipe estava buscando. [31]


Mantenha-se atualizado com as 10 principais histórias diárias

Décadas de descobertas arqueológicas foram exibidas ao público na segunda-feira em Pompéia, lançando mais luz sobre a antiga cidade romana destruída por uma erupção vulcânica há quase 2.000 anos.

Uma é uma caixa de ferramentas do feiticeiro, incluindo dezenas de amuletos, anéis, estatuetas e outros amuletos da sorte feitos de marfim, bronze, cerâmica vidrada e âmbar - que claramente não foram suficientes para proteger a cidade da destruição.

“É uma das coisas mais peculiares que encontramos durante nossas escavações: amuletos que encontramos em uma caixa em uma casa. que parecem pertencer a uma mulher - ou a um homem, talvez - que usou magia ”, disse Massimo Osanna, o diretor do parque arqueológico de Pompéia perto de Nápoles, no sul da Itália.

Ele estava falando na inauguração do Antiquarium, um museu reformado que abriga estátuas de bronze, afrescos, joias de ouro e prata, bem como os moldes assustadores dos mortos quando o Vesúvio explodiu em outubro de 79 DC.

& quotVocê tem alguns dos objetos mais importantes descobertos aqui desde o século XIX. Então, realmente, este Antiquarium leva você através dos séculos da história de Pompeia, até o dia fatídico da erupção, ”disse Osanna à AFP.

A sala que narra os últimos dias da cidade é "a parte mais comovente (da exposição)", acrescentou o arqueólogo italiano.

Os moldes de gesso dos mortos, incluindo crianças pequenas, foram feitos preenchendo espaços vazios deixados por seus corpos nas camadas calcificadas de cinzas.

Osanna dirige o parque de Pompéia desde 2014 e supervisiona um grande projeto de conservação, em grande parte financiado pela União Europeia, que revitalizou um local do patrimônio mundial da UNESCO, anteriormente atormentado por abandono e desabamentos de edifícios.

No mês passado, os arqueólogos anunciaram a descoberta única de um termopólio, um bar de fast-food.

Tinha decorações policromadas remanescentes e vestígios de comida e vinho que ofereciam um vislumbre sem precedentes dos hábitos de petiscos dos antigos romanos.

Uma equipe encontrou fragmentos de ossos de pato, bem como restos de porcos, cabras, peixes e caramujos em potes de barro, um dos quais "exalava um cheiro muito forte de vinho", disse a arqueóloga Teresa Virtuoso.

Os afrescos que decoravam o local incluíam slogans eleitorais e graffiti, rabiscados sobre a imagem de um cachorro, no qual um homem - presumivelmente um ex-escravo - era acusado de praticar sexo com cães.

Em 2019, Pompeia recebeu mais de 3,9 milhões de visitantes, tornando-a o terceiro destino turístico mais popular da Itália, depois do Coliseu e do complexo do fórum romano e das Galerias Uffizi em Florença.

Mas, como a maioria dos outros locais culturais na Itália, foi quase todo fechado nos últimos meses devido à pandemia do coronavírus.

Ela foi reaberta em 18 de janeiro, mas admitiu menos de 100 visitantes por dia, em comparação com uma média anterior à Covid-19 de cerca de 8.000.

"Perdemos 80 por cento de nossos visitantes, e isso também significa 80 por cento de nossas receitas de ingressos", disse Osanna, acrescentando que o site teve que contar com generosos subsídios do ministério da cultura italiano para continuar.

Na segunda-feira, o vasto parque arqueológico parecia deserto, exceto pelos jornalistas que compareceram para a inauguração do museu e pela presença habitual de arqueólogos, restauradores, tutores e guias turísticos desempregados.

Seu estado atual é surreal, mas Osanna disse que, mesmo assim, era uma ótima época para se visitar.

"É quase como se você pudesse ver a alma interior de Pompeia, seu espírito", disse ele.

& quotEsta é uma cidade abandonada, e vê-la vazia de turistas talvez faça você pensar mais sobre a terrível catástrofe que encerrou para sempre a vida aqui e reduziu ao silêncio um lugar que estava agitado. & quot


Vesúvio

Nossos editores irão revisar o que você enviou e determinar se o artigo deve ser revisado.

Vesúvio, também chamado Monte Vesúvio ou italiano Vesuvio, vulcão ativo que se eleva acima da Baía de Nápoles, na planície da Campânia, no sul da Itália. Sua base ocidental fica quase sobre a baía. A altura do cone em 2013 era de 4.203 pés (1.281 metros), mas varia consideravelmente após cada grande erupção. A cerca de 1.968 pés (cerca de 600 metros), uma alta crista semicircular, chamada Monte Somma, começa, circundando o cone ao norte e subindo para 3.714 pés (1.132 metros). Entre o Monte Somma e o cone está o Valle del Gigante (Vale do Gigante). No cume do cone está uma grande cratera com cerca de 1.000 pés (cerca de 305 metros) de profundidade e 2.000 pés (cerca de 610 metros) de largura foi formada na erupção de 1944. Mais de dois milhões de pessoas vivem nas proximidades do Vesúvio e em suas encostas mais baixas. Existem cidades industriais ao longo da costa da baía de Nápoles e pequenos centros agrícolas nas encostas do norte.

O Vesúvio provavelmente se originou um pouco menos de 200.000 anos atrás. Embora fosse um vulcão relativamente jovem, o Vesúvio estivera adormecido por séculos antes da grande erupção de 79 d. C., que enterrou as cidades de Pompéia, Oplontis e Stabiae sob as cinzas e lapilli e a cidade de Herculano sob um fluxo de lama. O escritor Plínio, o Jovem, que estava hospedado em um lugar a oeste de Nápoles, fez um excelente relato da catástrofe em duas cartas ao historiador Tácito. Entre os anos 79 e 1037, várias erupções foram relatadas, incluindo aquelas que ocorreram em 203, 472, 512, 685, 787, 968, 991, 999 e 1007. As explosões de 512 foram tão severas que Teodorico, o Gótico, libertou o povo vivendo nas encostas do Vesúvio do pagamento de impostos.

Após alguns séculos de quiescência, uma série de terremotos, com duração de seis meses e aumento gradual da violência, precedeu uma grande erupção que ocorreu em 16 de dezembro de 1631. Muitas aldeias nas encostas do vulcão foram destruídas, cerca de 3.000 pessoas foram mortas, o fluxo de lava atingiu o mar e os céus escureceram por dias. Depois de 1631, houve uma mudança no caráter eruptivo do vulcão, e a atividade tornou-se contínua. Dois estágios podem ser observados: quiescente e eruptivo. Durante o estágio quiescente, a boca do vulcão estaria obstruída, enquanto no estágio eruptivo estaria quase continuamente aberta.

Entre 1660 e 1944, vários desses ciclos foram observados. Erupções paroxísticas severas (repentinamente recorrentes), concluindo um estágio eruptivo, ocorreram em 1660, 1682, 1694, 1698, 1707, 1737, 1760, 1767, 1779, 1794, 1822, 1834, 1839, 1850, 1855, 1861, 1868, 1872 , 1906, 1929 e 1944. Os estágios eruptivos variaram em duração de 6 meses a 30 3 /4 anos. Os estágios quiescentes variaram de 18 meses a 7 1 /2 anos.

O estudo científico do vulcão só começou no final do século XVIII. Um observatório foi inaugurado em 1845 a 1.995 pés (608 metros), e no século 20 várias estações foram instaladas em várias alturas para fazer medições vulcanológicas. Um grande laboratório e um túnel profundo para medições sismo-gravimétricas também foram construídos.

The slopes of Vesuvius are covered with vineyards and orchards, and the wine grown there is known as Lacrima Christi (Latin for “tears of Christ”) in ancient Pompeii the wine jars were frequently marked with the name Vesuvinum. Higher up, the mountain is covered with copses of oak and chestnut, and on the northern side along the slopes of Mount Somma the woods proceed to the very summit. On the western side the chestnut groves give way above 2,000 feet to undulating plateaus covered with broom, where the crater left by the great eruption of the year 79 ce has been filled in. Still higher, on the slopes of the great cone and on the inner slope of Mount Somma, the surface is almost barren during quiescent periods it is covered by tufts of meadow plants.

The soil is very fertile, and in the long period of inactivity before the eruption of 1631 there were forests in the crater and three lakes from which pasturing herds drank. Vegetation on the slope dies off during eruptive periods because of the volcanic gases. After the eruption of 1906, forests were planted on the slopes in order to protect inhabited places from the flows of mud that usually occur after violent eruptions, and in the fertile soil the trees grew rapidly.

In 73 bce the gladiator Spartacus was besieged by the praetor Gaius Claudius Glaber on the barren summit of Mount Somma, which was then a wide, flat depression walled by rugged rocks festooned with wild vines. He escaped by twisting ropes of vine branches and descending through unguarded fissures in the rim. Some paintings excavated in Pompeii and Herculaneum represent the mountain as it looked before the eruption of 79 ce , when it had only one peak.

The Editors of Encyclopaedia Britannica Este artigo foi recentemente revisado e atualizado por Amy McKenna, Editora Sênior.


Pompeii shows off treasures, sorcerer’s magic charms

Restorers work in the new area of the 'Thermopolium' at the archaeological site of Pompeii, near Naples. — ETX Studio pic

Follow us on Instagram and subscribe to our Telegram channel for the latest updates.

ROME, Jan 27 — Decades worth of archaeological finds went on public display Monday in Pompeii, shedding further light on the ancient Roman city destroyed by a volcanic eruption nearly 2,000 years ago.

One is a sorcerer’s toolbox including dozens of amulets, rings, statuettes and other good luck charms made of ivory, bronze, glazed ceramics and amber — that were clearly not enough to protect the city from doom.

“It’s one of the most peculiar things we found during our excavations: amulets we found in a box in a house. which seem to belong to a woman — or a man, perhaps — who used magic,” said Massimo Osanna, the director of the Pompeii archaeological park near Naples in southern Italy.

He was speaking at the inauguration of the Antiquarium, a refurbished museum housing bronze statues, frescoes, gold and silver jewels as well as the haunting casts of those killed when Vesuvius erupted in October 79 AD.

“You have some of the most important objects uncovered here since the 19th century. So really, this Antiquarium takes you through the centuries of Pompeii’s history, up until the fateful day of the eruption,” Osanna told AFP.

The room that chronicles the last days of the city is “the most poignant part (of the exhibition),” the Italian archaeologist added.

The plaster casts of the dead, including small children, were made by filling voids left by their bodies in the calcified layers of ash.

Strong stench of wine

Osanna has headed the Pompeii park since 2014 and overseen a major conservation project, mostly funded by the European Union, which revitalised a Unesco world heritage site formerly plagued by neglect and building collapses.

Last month, archaeologists announced the unique discovery of a thermopolium, a fast-food bar.

It had surviving polychrome decorations and traces of food and wine that offered an unprecedented glimpse of the snacking habits of the ancient Romans.

A team found duck bone fragments as well as the remains of pigs, goats, fish and snails in earthenware pots, one of which “gave off a very strong stench of wine”, archaeologist Teresa Virtuoso said.

The frescoes decorating the site included electioneering slogans and graffiti, scribbled over the image of a dog, in which a man — presumed to be a former slave — was accused of practising sex with dogs.

‘Reduced to silence’

In 2019, Pompeii had more than 3.9 million visitors, making it Italy’s third most popular tourist destination after the Colosseum and Roman forum complex and the Uffizi Galleries in Florence.

But, like most other cultural sites in Italy, it has been mostly shut in recent months due to the coronavirus pandemic.

It reopened on January 18 but has admitted fewer than 100 visitors per day, compared to a pre-Covid-19 average of around 8,000.

“We’ve lost 80 per cent of our visitors, and this also means 80 percent of our ticket revenues,” Osanna said, adding that the site had to rely on generous subsidies from the Italian culture ministry to keep going.

On Monday, the vast archaeological park looked deserted, save for the journalists who came for the museum opening and the usual presence of archaeologists, restorers, guardians and unemployed tourist guides.

Its current state is surreal, but Osanna said it was nevertheless a great time to visit.

“It is almost as if you can see Pompeii’s inner soul, its spirit,” he said.

“This is an abandoned city, and seeing it empty of tourists perhaps makes you think harder about the dreadful catastrophe that forever ended life here and reduced to silence a place that was bustling.” — ETX Studio


Pompeii shows off treasures, sorcerer’s magic charms

Decades worth of archaeological finds went on public display Monday in Pompeii, shedding further light on the ancient Roman city destroyed by a volcanic eruption nearly 2,000 years ago.

One is a sorcerer’s toolbox including dozens of amulets, rings, statuettes and other good luck charms made of ivory, bronze, glazed ceramics and amber — that were clearly not enough to protect the city from doom.

“It’s one of the most peculiar things we found during our excavations: amulets we found in a box in a house… which seem to belong to a woman — or a man, perhaps — who used magic,” said Massimo Osanna, the director of the Pompeii archaeological park near Naples in southern Italy.

He was speaking at the inauguration of the Antiquarium, a refurbished museum housing bronze statues, frescoes, gold and silver jewels as well as the haunting casts of those killed when Vesuvius erupted in October 79 AD.

“You have some of the most important objects uncovered here since the 19th century. So really, this Antiquarium takes you through the centuries of Pompeii’s history, up until the fateful day of the eruption,” Osanna told AFP.

The room that chronicles the last days of the city is “the most poignant part (of the exhibition),” the Italian archaeologist added.

The plaster casts of the dead, including small children, were made by filling voids left by their bodies in the calcified layers of ash.

Strong stench of wine

Osanna has headed the Pompeii park since 2014 and overseen a major conservation project, mostly funded by the European Union, which revitalized a UNESCO world heritage site formerly plagued by neglect and building collapses.

Last month, archaeologists announced the unique discovery of a thermopolium, a fast-food bar.

It had surviving polychrome decorations and traces of food and wine that offered an unprecedented glimpse of the snacking habits of the ancient Romans.

A team found duck bone fragments as well as the remains of pigs, goats, fish and snails in earthenware pots, one of which “gave off a very strong stench of wine”, archaeologist Teresa Virtuoso said.

The frescoes decorating the site included electioneering slogans and graffiti, scribbled over the image of a dog, in which a man — presumed to be a former slave — was accused of practicing sex with dogs.

‘Reduced to silence’

In 2019, Pompeii had more than 3.9 million visitors, making it Italy’s third most popular tourist destination after the Colosseum and Roman forum complex and the Uffizi Galleries in Florence.

But, like most other cultural sites in Italy, it has been mostly shut in recent months due to the coronavirus pandemic.

It reopened on Jan. 18 but has admitted fewer than 100 visitors per day, compared to a pre-COVID-19 average of around 8,000.

“We’ve lost 80% of our visitors, and this also means 80% of our ticket revenues,” Osanna said, adding that the site had to rely on generous subsidies from the Italian culture ministry to keep going.

On Monday, the vast archaeological park looked deserted, save for the journalists who came for the museum opening and the usual presence of archaeologists, restorers, guardians and unemployed tourist guides.

Its current state is surreal, but Osanna said it was nevertheless a great time to visit.

“It is almost as if you can see Pompeii’s inner soul, its spirit,” he said.

“This is an abandoned city, and seeing it empty of tourists perhaps makes you think harder about the dreadful catastrophe that forever ended life here and reduced to silence a place that was bustling.” NVG


Strong Box From Pompeii - History

54 day Novena to the Blessed Virgin of the Rosary of Pompeii

Among the numerous texts and prayers written by Blessed Bartolo Longo, there is the &ldquoNovena of Petition&rdquo, composed in July of 1879. Having been struck down with typhoid fever, Bartolo Longo wrote it in order to ask for graces in the most desperate cases. Every day he went before the Picture of the Virgin of the Rosary to be inspired and to do some corrections. But one day, owing to a serious worsening of His illness, he taught that the only remedy was to take the Picture of the Virgin from the Chapel and place it in His bedroom. Turning to Saint Catherine of Siena so that she would intercede in His favour with Our Lady, he suddenly recovered. Since then, the Heavenly Mother has been granting graces to anyone prays to Her with the Novena written by Her most profound devotee. In 1894, at Arpino (Italy), Saint Catherine of Siena, represented at the feet of the Virgin in the Pompeiian Icon, appeared to a dying young girl and invited her to recite the Novena and to pray it together with her. At the end of the prayer the young girl was perfectly cured. The Novena, approved by Pope Leo XIII on November 29th, 1887.

Among the many persons prodigiously cured by Our Lady of Pompeii, there is also the Commendatore Agrelli&rsquos daughter of Naples, to whom Our Lady appeared personally in 1884 and told her: &ldquoWhenever you wish to obtain graces from me, make three Novenas of Petition and at the same time recite the fifteen decades of my Rosary and then three Novenas of Thanks&rdquo . The young Fortunatina Agrelli made according to the Virgin&rsquos indications and was miraculously cured.

The Novena consists of 15 decades of the Rosary each day for twenty-seven days in petition then immediately 15 decades each day for twenty-seven days in thanksgiving, whether or not the request has been granted. This is a 54 days novena.

Informations and texts of this novena at Shrine of Pompeii website
use google translate for english

Text of the Novena of Petition to the Blessed Virgin of the Rosary of Pompeii

O Saint Catherine of Siena, my Protectress and Teacher, who from heaven assist your devotees as they recite Mary's Rosary, come to my aid in this moment and deign to recite along with me the Novena to the Queen of the Rosary who has established the throne of her graces in the Valley of Pompeii, that through your intercession I may obtain the grace I desire. Um homem.
V. O God, come to my aid.
R. O Lord, make haste to help me.
Glory be to the Father, etc.

I. O Immaculate Virgin and Queen of the Holy Rosary, in these times of dead faith and triumphant impiety you have desired to establish your throne of Queen and Mother in the ancient land of Pompeii, the resting place of deceased pagans. From this place in which idols and demons were worshipped, you today, as the Mother of divine grace, shower the treasures of heavenly mercy far and wide. O Mary, from this throne upon which you graciously reign, turn upon me as well your benign eyes, and have mercy on me who am so greatly in need of your help. Show yourself to me, just as you have shown yourself to so many others, as the true Mother of mercy: while I with all my heart greet you, and invoke you as my Sovereign and Queen of the Holy Rosary.
Hail, Holy Queen

II. Prostrate before your throne, O great and glorious Lady, my soul venerates you amidst the groans and sighs which afflict it beyond measure. In this state of anguish and affliction in which I find myself, I confidently lift up my eyes to you, who have deigned to choose the land of poor and abandoned peasants as your dwelling-place. And there, before the city and amphitheatre where there reign silence and ruin, you, the Queen of Victories, have raised your powerful voice to call from every part of Italy and the Catholic world your devoted sons and daughters, to build a Temple to you. May you now be moved to pity for this soul of mine that lies here humiliated in the mud. Have mercy on me, O my Lady, have mercy on me who am overwhelmingly covered in misery and humiliation. You, who are the extermination of demons, defend me from these enemies besieging me. You, who are the Help of Christians, deliver me from these tribulations which wretchedly oppress me. You, who are our Life, triumph over death which threatens my soul in these dangers to which it is exposed grant to me peace, serenity, love and health. Um homem.
Hail, Holy Queen

III. The knowledge that so many have been helped by you, solely because they turned to you with faith, gives me new strength and courage to call upon you in my needs. You once promised St. Dominic that those wishing graces shall receive them through your Rosary. Now I, your Rosary in my hands, dare to remind you, O Mother, of your holy promises. Indeed, you yourself work endless miracles in our times in order to call your children to honour you in the Temple of Pompeii. You therefore long to wipe away our tears, you yearn to relieve our pain! Then I, with my heart bared and with burning faith, call upon you and invoke you: My Mother. Dear Mother. Beautiful Mother. Most Sweet Mother, come to my aid!
Mother and Queen of the Holy Rosary of Pompeii, delay no longer in stretching your powerful hand out to me, to save me: for you see, delay would be my ruin.
Hail, Holy Queen

4. And to whom else might I go, if not to you who are the Solace of the wretched, the Comforter of the forsaken, the Consolation of the afflicted? I confess to you, my soul is miserable: weighed down by enormous faults, it deserves to burn in hell, unworthy of receiving graces! But are you not the Hope of those who despair, the Mother of Jesus the only mediator between God and humanity, our powerful Advocate by the throne of the Almighty, the Refuge of sinners? Then, only say a word on my behalf to your Son, and He shall hear you. Ask of Him, O Mother, this grace which I am so greatly in need of. (Here express the grace you desire.) You alone can obtain it for me: you who are my only hope, my consolation, my sweetness, my whole life. So I hope. Um homem.
Hail, Holy Queen

V. O Virgin and Queen of the Holy Rosary, you who are the Daughter of our Heavenly Father, the Mother of the divine Son, the Bride of the Holy Spirit you who can obtain everything from the Blessed Trinity: I beseech you, seek this grace so necessary for me, provided that it be not an obstacle to my eternal salvation. (Here repeat the grace you desire.) I ask this of you through your Immaculate Conception, your divine Maternity, your joys, your sorrows, your triumphs. I ask it of you through the Heart of your loving Jesus, through those nine months you bore Him in your womb, through the hardships of His life, His bitter passion, His death on the cross, His most holy Name and His most precious Blood. Finally, I ask it of you through your sweetest Heart: in your glorious Name, O Mary, who are the Star of the sea, Our Powerful Lady, the Sea of sorrow, the Gate of Heaven and the Mother of every grace. In you I place my trust and my every hope save me, I pray. Um homem.
Hail, Holy Queen

V. Queen of the Holy Rosary, pray for us
R. That we may become worthy of Christ's promises.

Prayer - O God, by His life, death and resurrection your Only Begotten Son obtained for us the fruits of eternal salvation: grant, we beseech you, that by venerating these mysteries of Virgin Mary's Holy Rosary, we imitate what they contain and obtain what they promise. Through Christ, our Lord. Um homem.

PRAYERS TO ST. DOMINIC AND TO ST. CATHERINE OF SIENA TO OBTAIN GRACES FROM THE BLESSED VIRGIN OF POMPEII
O holy priest of God and glorious Patriarch, Saint Dominic, who were the friend, the beloved son and the confidant of our heavenly Queen, and who worked many miracles through the power of the Holy Rosary and you, Saint Catherine of Siena, the leading daughter of this Order of the Rosary and a powerful mediator by the throne of Mary and the Heart of Jesus, with whom you exchanged hearts: O my dear holy Saints, consider my needs and pity the state I find myself in. On earth you possessed a heart open to all the miseries of others, and a hand powerful enough to take care of them. And now, in Heaven, neither your charity nor you power has been lessened.
On my behalf then, pray to our Mother of the Rosary and to her Divine Son, for I have great faith that through you I shall obtain the grace I ardently desire. Um homem.
Three Glory be to the Father.

Text of the Novena of Thanks to the Blessed Virgin of the Rosary of Pompeii

V. O God, come to my aid.
R. O Lord, make haste to help me.

EU.
Here am I at your feet, O Immaculate Mother of Jesus, who delight in being invoked as Queen of the Rosary of the Valley of Pompeii. Rejoicing in my heart, my soul overwhelmed by the most ardent gratitude, I return to you, my generous Benefactress, mysweet Lady, the Queen of my heart, to you who have truly shown yourself as my Moththe Mother who so dearly loves me. In my laments you heard me, in my afflictions youcomforted me, in my anguish you gave me peace. Sorrows and the pains of death were besieging my heart, and you, O Mother, from your throne in Pompeii, by your compassionate gaze, offered me relief. Who has ever turned to you with confidence and has not been heard? If all the world only knew how good you are, how compassionate with those who suffer, all creatures would turn to you. May you for ever be blessed, O Sovereign Virgin of Pompeii, by me and by everyone, by humanity and by the Angels, by Heaven and by earth. Um homem
Glory be to the Father.
Hail, Holy Queen

II.
I offer thanks to God and to you, O divine Mother, for the new favours that have been granted to me through your compassion and mercy. What would have become of me, had you turned your back on my groans and my tears? May the Angels of paradise and the choirs of Apostles, Martyrs, Virgins and Confessors thank you for me. May all the souls of sinners saved by you, who now enjoy the vision of your immortal beauty in heaven, thank you for me. I wish all creatures to join me in loving you, and that all the world repeat the echo of my thanks. What have I to offer you, O Queen, rich in mercy and magnificence? What remains of my life I dedicate to you, and to the propagating of your cult everywhere, O Virgin of the Rosary of Pompeii, through whose invocation the grace of the Lord has visited me. I shall promote the devotion of your Rosary I shall tell everyone of the mercy you have obtained for me I shall always proclaim your goodness towards me, so that others as well, unworthy as I and sinners, may turn to you with confidence.
Glory be to the Father.
Hail, Holy Queen

III.
By what names shall I call you, O snow white dove of peace? By what titles shall I invoke you, whom the holy Doctors called Our Lady of creation, Gate of life, Temple of God, Royal Palace of light, Glory of the heavens, Holy among the Holy, Miracle of miracles, Paradise of the Most High? You are the Treasurer of graces, the Almighty of supplication, indeed, the very Mercy of God which descends upon the unfortunate. Yet I know that your heart takes pleasure also in being invoked as the Queen of the Rosary, of the Valley of Pompeii. And when invoking you in this manner, I hear the sweetness of your mystical Name, O Rose of Paradise, transplanted in the Valley of tears to relieve the sorrows of us banished children of Eve red Rose of charity, more fragrant than all the perfumes of Lebanon, drawing the hearts of sinners to the Heart of God in your Valley by the fragrance of your heavenly sweetness. You are the Rose of everlasting freshness who, nourished by the streams of heavenly waters, planted your roots in soil scorched by a shower of fire a Rose of unblemished beauty, who planted the Garden of the Lord's delights in a land of desolation. May God be exalted, who made your name so wondrous. Bless, O nations, the Name of the Virgin of Pompeii, for all the earth is full of her mercy.
Glory be to the Father.
Hail, Holy Queen

4.
In the midst of the storms raging about me I lifted my eyes to you, new Star of hope that appeared in our times over the Valley of ruins. From the depths of sorrow I raised my voice to you, O Queen of the Rosary of Pompeii, and I experienced the power of this title so dear to you. Hail, I shall always cry, Hail O Mother of mercy, immense sea of grace, ocean of kindness and compassion! Who shall worthily sing the glories of your Rosary, the victories of your Crown? The world has freed itself of Jesus' arms to become abandoned in those of Satan, yet you make ready to restore it to health in that Valley where Satan devours souls. Triumphant you rode over the ruins of the pagan temples, and upon the decay of idolatry placed the footstool of your rule. You transformed a region of death into a Valley of resurrection and life, and upon the land ruled over by your enemy you established a City of refuge, where you welcome the nations unto their salvation. Behold your children, spread throughout the world, who raised a throne to you in this place, as a testimonial) of your miracles, as a trophy of your mercies. From this throne you have called me also, among your chosen children: upon me a sinner your merciful gaze has rested. May your works be everlastingly blessed, my Lady: and blessed be all the miracles worked by You in this valley of desolation and ruin.
Glory be to the Father
Hail, Holy Queen

V.
May every tongue resound with your glory, O Mary may the evening hand on to the fol-lowing day the harmony of our blessings. Let every generation proclaim you blessed, and let all the regions of the earth and the heavenly choirs repeat, blessed are you. I too shall call you three times blessed with the Angels, the Archangels and the Principalities three times blessed with the angelic Powers, the Virtues of the heavens and the celestial Dominations. I shall proclaim you most Blessed with the Thrones, the Cherubim and the
SerapHim. O my Sovereign Rescuer, may you never turn your merciful gaze away from this family, this nation, the entire Church. Especially, do not deny me the greatest of graces: that I never become separated from you through my weakness. Let me persevere until my last breath in the faith and love with which my soul in this moment burns. And grant that all of us who contribute to the maintenance of your Shrine in Pompeii, and to the building-up of its charitable works, be included in the number of the chosen. O Holy Rosary of my Mother, I press you tightly to my bosom and kiss you with veneration. (Here kiss your rosary.) You are the way leading to every virtue, the treasure of merits for paradise, the pledge of my predestination, the strong chains binding the enemy, the source of peace for those who honour you throughout life, the promise of victory for those kissing you at the point of death. In that last hour I await you, O Mother. Your appearing will be the sign of my salvation sua Rosary shall open before me the gatesof Heaven. Um homem
Glory be to the Father
Hail, Holy Queen

V. Queen of the Holy Rosary, pray for us.
. That we may become
Prayer - O God and Father of our Lord Jesus Christ, who taught us to turn to you with confidence and call you: Our Father, who art in heaven O gracious Lord, ever merciful and forgiving: through the intercession of Immaculate Virgin Mary, hear us who take delight in being called children of the Rosary. Accept our humble thanks for the gifts we have received and daily render the throne you have established in the Shrine of Pompeii more glorious and lasting, through the merits of Jesus Christ Our Lord. Um homem


Assista o vídeo: Como Nunca Antes e Yeshua - Isadora Pompeo, Fernanda Brum e Marcus Salles - The Send Brasil