Os heróis de Kelly [1970]

Os heróis de Kelly [1970]


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Os heróis de Kelly [1970]

Os heróis de Kelly [1970]

Um clássico filme de guerra apesar de estar cheio de imprecisões e estereótipos históricos (especialmente o comandante alemão Tiger e Oddball's Hippy 20 anos antes dos Hippies), mas ignore isso e trate-o como foi planejado, como uma língua firmemente em uma aventura de guerra.

Clint Eastward é o herói Kelly, tentando colocar as mãos em um estoque de ouro nazista no caos da Europa pós-Dia D. Ele tem um plano, mas para ter sucesso acaba precisando da ajuda de um número cada vez maior de desajustados e acaba inadvertidamente causando um avanço. Tem alguns momentos clássicos de tensão, como uma travessia por um campo minado e um duelo de tanques urbano. Salvar o soldado Ryan não é, mas é muito divertido.



A verdadeira história dos heróis de Kelly

Não é amplamente conhecido que Kelly's Heroes, um dos meus filmes de guerra favoritos, é na verdade baseado em um incidente real. A trapaça foi abordada em um livro chamado "Ouro nazista: A história sensacional do maior roubo do mundo - e o maior encobrimento criminoso", de Ian Sayer e Douglas Botting. O roubo foi perpetrado por uma combinação de oficiais renegados nazistas e americanos. Também foi listado como o “maior” roubo de todos os tempos no Livro dos Recordes do Guinness, na década de 1960.

Em 1945, enquanto os bombardeiros aliados continuavam seu ataque final a Berlim, os nazistas em pânico começaram a mover os ativos do Reichsbank para o sul para proteção. Vastas cargas ferroviárias de ouro e dinheiro foram evacuadas da condenada capital do "Reich de Mil anos" de Hitler. Nazi Gold é a história da vida real do roubo desse fabuloso tesouro - no valor de cerca de 2.500.000.000 na época da investigação original. É também a história de um mistério e tentativa de branqueamento em um escândalo americano que antecedeu Watergate em quase 30 anos. Os investigadores foram impedidos a cada passo enquanto lutavam para descobrir a verdade e temiam por suas vidas. A busca dos autores os levou a um mundo turvo e perigoso do pós-guerra de extorsão, corrupção e guerra de gangues. Seu relato brilhante, combinando depoimentos de testemunhas oculares com documentos ultra-secretos desclassificados dos arquivos dos Estados Unidos, expõe esse crime monumental em uma narrativa que está repleta de desesperados SS, uma rainha do crime ruiva e governadores militares americanos vivendo como reis. Também é revelada a descoberta dos autores de alguns dos tesouros perdidos no Banco da Inglaterra.

A própria filmagem foi cercada por alguns fatos interessantes e incidentes divertidos, alguns dos quais são tão extensos quanto a própria narrativa. Por exemplo, foi durante um tiroteio na Iugoslávia em 1969, que Donald Sutherland recebeu a notícia, via co-estrela Clint Eastwood, de que sua então esposa Shirley Douglas havia sido presa por tentar comprar granadas de mão (com um cheque pessoal) para os Negros Panther Party de um agente do FBI disfarçado. Sutherland reconta essa história com frequência, mencionando que quando Eastwood chegou à parte sobre o cheque pessoal, ele riu tanto que caiu de joelhos e Sutherland teve que ajudá-lo a se levantar. Eastwood então colocou o braço em volta de Sutherland e o acompanhou descendo a colina que dava para o campo iugoslavo, garantindo a seu amigo total apoio sobre sua situação. Sutherland e Douglas, pais de Kiefer e da irmã gêmea Rachel Sutherland, se divorciaram mais tarde em 1970.

Clint Eastwood assinou contrato para fazer o filme principalmente porque seu amigo e diretor favorito, Don Siegel, foi escalado para dirigi-lo. No entanto, Siegel teve problemas de pós-produção ao terminar Duas Mulas para Irmã Sara (1970) e teve que se retirar do projeto. Brian G. Hutton foi então contratado para dirigir. Eastwood, que já havia assinado um contrato para fazer o filme, não poderia desistir. Mike Curb, que escreveu a letra da música tema do filme "Burning Bridges", serviu como vice-governador da Califórnia entre 1978 e 1982. Foi feito um registro de Clint Eastwood cantando "Burning Bridges" e foi lançado como um disco de 45 rpm na Certron Records, o lado B de “When I Loved Her” também cantada por Eastwood foi escrita por Kris Kristofferson.

Os tanques “Tiger” usados ​​no filme eram, na verdade, tanques T-34 russos que foram especialmente modificados para se parecerem com tanques Tiger. Isso fica aparente quando você olha para a suspensão dos tanques - os T-34s usavam uma suspensão Christie modificada, enquanto as rodas dos Tigers eram muito mais elaboradas. O comandante do tanque Tiger alemão, interpretado por Karl-Otto Alberty, parece ser uma paródia - tanto na aparência quanto na maneira de falar - da representação de Marlon Brando do tenente alemão Christian Diestl em The Young Lions 1958. O símbolo da "chave" no Os tanques tigre denotam que estão vinculados à 1ª Divisão SS Panzer “Leibstandarte (unidade de guarda-costas) Adolf Hitler”.

O retalho de ombro em "cruz" azul indica que Kelly e seus homens são da 35ª Divisão de Infantaria. Uma Divisão da Guarda Nacional, composta por guardas de Missouri, Nebraska e Kansas que estavam lutando na área de Nancy, França, no final do verão de 1944, enquanto a divisão de Oddball é a "Super Sexta", a 6ª Divisão Blindada. Também é importante notar que Oddball carrega uma arma semiautomática Luger P-08 “Parabellum”, que estava em serviço apenas na Suíça e na Alemanha.

Aproximadamente 20 minutos foram cortados do filme pela MGM e pelo chefe do estúdio James T. Aubrey antes do lançamento nos cinemas. A MGM até mudou o título do filme. Originalmente se chamava The Warriors, depois, na pós-produção, foi alterado para Kelly’s Warriors e depois para Kelly’s Heroes. Anos depois que o filme foi concluído, Eastwood afirmou que Hutton pretendia mais profundidade com o elenco, mas estes foram cortados em favor de mais ação e comédia. Algumas das comédias até mesmo parodiam o próprio Eastwood (nada mal do ator que recentemente se tornou um nome familiar) em uma cena em que o personagem de Eastwood, Kelly, enfrenta um tanque Tiger alemão e o impasse é jogado contra o de Ennio Morricone. pontuação para O Bom, o Mau e o Feio (1966). A comédia é mais do que apenas pastelão. Tomado no contexto de quando o filme foi feito durante o auge da Guerra do Vietnã, grande parte da comédia é de tom negro. O personagem proto-hippie de Sutherland completo com o vocabulário dos anos 60 é uma inclusão deliberada para que o público possa fazer essa ligação. Isso foi feito na época das outras comédias negras seminais do Vietnã de M * A * S * H ​​e Catch 22.

Feito para um orçamento de $ 4 milhões em dólares de 1970, Heróis de Kelly arrecadou US $ 5,2 no mercado interno e quantias desconhecidas em vendas externas, DVDs, etc. A inflação aumentou seis vezes desde 1970 e, embora o filme tenha tido um sucesso financeiro moderado, ele se destaca na tradição cultural popular como um filme americano de referência.


Este filme fornece exemplos de:

  • Erro acidental: Big Joe sempre chama Babra de "Bárbara", para sua grande irritação.
  • Prólogo de ação: O filme começa com o pelotão de Kelly sequestrando um coronel alemão e sendo atacado por seu próprio esquadrão de morteiros.
  • Alusão ao ator: Kelly e seus companheiros se enfrentam contra um tanque Tiger com música Spaghetti Western ao fundo.
  • Um pai para seus homens: Apesar da raiva de Big Joe, a primeira coisa em sua mente quando Kelly traz o coronel Dankhopf é onde estão os melhores hotéis e mulheres para seus homens.
  • O "sturmbannf & uumlhrer" (major) que fala com o comandante do tanque Tiger na verdade tem a insígnia de um hauptsturmf & uumlhrer (capitão). Pelo que vale a pena, ele está listado nos créditos como "Capitão Alemão".
  • Além disso, é muito estranho ver um Mosin-Nagant de parafuso dobrado equipado com uma mira com uma retícula militar americana. Stranger ainda é um atirador americano usando um Mosin-Nagant russo, em vez de um Springfield M1903A4.
  • O tenente no diálogo do campo minado com seus subordinados traduz aproximadamente como "O que é isso? Sargento, pegue alguns homens e verifique."
  • Na cidade, o comandante do tanque Tiger e seu superior têm uma conversa inteira em alemão sem legenda. O comandante reclama do combustível e de seu C.O. garante a ele que há mais vindo, ao que o comandante do tanque responde maliciosamente: "Espero que sim."
  • Os alemães também comentam sobre o súbito toque do sino na torre do relógio, perguntando-se o que está acontecendo.
  • Depois, há o prefeito francês falando sobre Big Joe e depois Colt.
  • Oddball é um proto-Beatnik, com uma atitude de "ei, cara", de "vibrações positivas" que é chocantemente deslocada em uma zona de guerra.
  • O General Colt comparece às reuniões de equipe em seu roupão de banho, culpa seus subordinados por suas próprias falhas, vibra com as notícias da batalha no rádio como se estivesse ouvindo um evento esportivo e foge para a linha de frente em um jipe ​​com uma caixa de medalhas na mão , deixando para trás seu estado-maior de comando.

Oddball: "Por que você não pode dizer algo justo e esperançoso para uma mudança?"
Moriarty: "Porcaria."

Moriarty: "Olha, Oddball, eu não posso consertar sem as peças, não importa o quão positivo eu ache!"


Heróis de Kelly (1970)

Erro factual: durante a cena em que Clint Eastwood está tentando convencer Don Rickles a se juntar ao assalto, há uma caixa de barras de chocolate Almond Joy atrás da cabeça de Don. Eles não foram introduzidos até 1946.

Erro factual: Enquanto Oddball e sua tripulação heterogênea partem com o Tigre "comprado", Moriarity está de pé na escotilha, mexendo em seu boné. Como esta é a posição do motorista, e muito apertada, ou ele está montado nos ombros do motorista ou dirigindo com os pés.

Correção sugerida: Os tanques usados ​​no filme são simulados de T-34 russos (como mencionado em outro erro) o que muda as proporções do interior. Além disso, no que diz respeito aos alojamentos & quotcramped & quot, os tanques Tiger 1 são na verdade bastante conhecidos pelos soldados que os tripulavam por terem posições de condutor espaçoso e piloto assistente (artilheiro de arco) com alguns tripulantes até mesmo capazes de se deitar dentro deles.

Erro de continuidade: como o esquadrão está fazendo uma pausa no topo de uma colina, pouco antes de o caça-bombardeiro atacá-los, o cabo Job está distribuindo munição e Jonesey pode ser visto passando ao fundo com quatro caixas de rações K. Um momento depois, Crapgame e Jonesey estão sentados juntos compartilhando o conteúdo das caixas. Depois que Crapgame vai para o jipe ​​pegar um pouco de água, a cena corta para Kelly sentada perto de uma árvore. Jonesey caminha até Kelly com uma mensagem de Big Joe - carregando quatro caixas fechadas de rações K.

Erro de continuidade: quando Kelly pede a Little Joe o conhaque para interrogar o oficial alemão, ele recebe uma garrafa quadrada de gargalo curto. Na próxima cena, enquanto eles se sentam para sua "bebida amigável", Kelly coloca uma garrafa redonda com um gargalo longo. (00:10:05)

Outro erro: quando eles estão levantando as caixas de ouro no final do filme, você pode dizer que as caixas estão vazias.

Erro de continuidade: depois que o tanque de Oddball cruza o rio, o filme retorna ao quartel-general do general, onde Carroll O'Connor está gritando com seus oficiais por não saberem nada sobre a batalha. Há um soldado atrás de O'Connor com as mãos na cintura e as mangas da camisa arregaçadas. A cena muda brevemente para mostrar aos policiais que O'Connor está gritando antes de voltar para O'Connor. O soldado atrás de O'Connor ainda está com as mãos nos quadris, mas agora suas mangas estão arregaçadas.

Erro de continuidade: Big Joe sai do jipe, saúda o capitão Maitland e conversa sobre a próxima folga dos homens. Atrás de Big Joe está uma de suas meias faixas e ele está à direita de Maitland. A cena corta e o iate "liberado" de Maitland está atrás de Big Joe e ele está diretamente na frente de Maitland.

Erro de continuidade: Perto do final do filme, quando o Sherman de Oddball entra na cidade francesa, a quantidade de munição no suporte de munição da metralhadora calibre .50 da torre fica maior em quase todos os disparos. À medida que o tanque se espatifa entre os arbustos que se aproximam da cidade, quase não há munição na caixa, até que o segundo Tiger é emboscado quando, de repente, há munição suficiente.

Erro revelador: adaptadores de disparo em branco são visíveis nas metralhadoras de arco dos Shermans de Oddball enquanto eles disparam pelo pátio ferroviário.

Erro de continuidade: no final, ao confrontar o último tanque para abrir as portas do banco, Oddball, Big Joe e Kelly se alinham em um beco como se estivessem diretamente de frente para o tanque e começam a andar para frente. Na próxima tomada, que é mais ampla e mais distante, você vê que eles estão realmente andando por um beco curvo e não podem ver o tanque até que dobrem a esquina.

Erro factual: no início do filme, enquanto a câmera segue o sargento de segurança, ele dá um tapinha no ombro de um homem. O homem estava parado ao lado das placas do cruzamento com um poncho de camuflagem. À medida que ele se vira, você pode ver que ele está usando jeans e não um uniforme padrão da época sob o poncho. (00:00:35)

Erro revelador: depois de Kelly dizer a Big Joe que ele está indo atrás do ouro "com você ou sem você", um soldado ao fundo passa por uma armadilha de tanque de aço pesando um quarto de tonelada (http://en.wikipedia.org/wiki/Czech_hedgehog ) Ele bate nela com sua mochila, e ela vira no ar. (00:24:35)

Outro erro: quando Telly Savalas entra na casa da fazenda, ele deixa o capelão no jipe, que fica a aprox. 15 metros de onde Clint Eastwood e o resto dos soldados planejam roubar o ouro. Por cerca de cinco minutos, eles estão discutindo em voz alta sobre se é uma boa ideia e depois eles concordam com o roubo e todos se aglomeram ao redor do mapa e estão extremamente jubilosos. O capelão ainda está sentado no jipe ​​ouvindo tudo isso? Nunca mais o veremos.

Erro de continuidade: quando o último Tigre sobrevivente se enfurece em Clairmont, atirando em prédios ao redor, há alguns tiros, quando vemos o tiro do tanque e o efeito de 'impacto do projétil'. A arma do tanque nem sempre está apontada para o local exato onde o 'projétil' explode - é particularmente visível quando o Tiger abaixa a arma e faz um buraco na parede, imediatamente após Big Joe atirar uma granada e atirar no tanque com sua SMG . O buraco na parede aparece alguns metros à esquerda, de onde a arma aponta e o projétil real iria atingir.

Erro de continuidade: enquanto Big Joe está falando com o capitão no barco, Joe está bloqueando as escadas para o convés superior com todo o corpo. Enquanto o capitão sobe as escadas, Joe está à direita do capitão. Quando o capitão emerge do convés inferior, Joe está no centro do capitão e então sai do caminho do capitão.

Erro de continuidade: na cena em que Kelly vê o tanque do Oddball pela primeira vez, o Sherman tem um alto-falante montado no lado direito da torre. O alto-falante é colocado no lado oposto da torre para o resto do filme. Além disso, no que diz respeito à bagagem e outros armazenamentos externos, este tanque realmente parece diferente em cada cena.

Erro factual: Oddball diz a Kelly que seu comandante tem tentado matá-los desde que pousaram em Omaha (praia). Os tanques de Oddballs fazem parte da sexta divisão blindada dos EUA (a Super Sixth, como indica o patch de ombro da unidade em sua jaqueta), que na verdade pousou na praia de Utah em 18 de julho de 1944.

Erro factual: durante a batalha na ponte, Kelly pergunta a Oddball sobre os outros Shermans. Oddball responde: "Não, cara, os dois tiveram. Um está no rio e o outro está queimando do outro lado." Logo depois, vemos Big Joe e Cowboy discutindo com Bellamy sobre ficar para trás para consertar a ponte, enquanto estavam agachados ao lado de um Sherman. Obviamente, este não é o Sherman de Oddball, já que Big Joe e Cowboy estão no lado oposto do rio, portanto, deve ser aquele que Oddball disse que estava queimando. No entanto, nenhum soldado de mente certa (ou qualquer outra pessoa) se agacharia ao lado de um Sherman em chamas.

Erro revelador: quando os tanques de Oddball invadem a estação de trem, observe os dois alemães com os MP 40s pegos pelo primeiro tiro de canhão. Quando a carga explosiva usada para o efeito dispara, eles saltam para frente.

Erro de continuidade: Depois que Cowboy avista o Tigre descendo a rua, a cena muda para uma visão dos três soldados fugindo da margem do ponto de vista do Tigre. A torre do Tigre está voltada para os soldados. Na próxima cena, o Tigre é mostrado à distância com o cano apontando para a frente. No próximo tiro, a torre está enfrentando os soldados em fuga novamente.

Mais para os heróis de Kelly

Citações

Big Joe: Agora, quando eu voltar, quero aquela casa não apenas limpa, mas completamente decorada. Você entende isso?

Curiosidades

Curiosidades: O ator Richard Davalos manteve sua baioneta afiada e acidentalmente esfaqueou Telly Savalas no braço durante a cena em que o esquadrão pula o muro para emboscar os alemães na estrada, garantindo bandagens no braço de Savalas. No filme, Savalas mantinha as mangas da camisa arregaçadas, até ser esfaqueado, e depois mantinha as mangas arregaçadas para esconder as bandagens.

Perguntas

Pergunta: Que tipo de lutador aliado destruiu os veículos das unidades? Não se parece com nenhuma aeronave de combate aliada que eu já tenha visto.

Resposta escolhida: Pelas marcações, parece um jarro P47. O estranho é que ele era equipado com foguetes, que só vi equipados no P-38 e no P-51 Mustang. Kelly's é um ótimo filme, mas longe de ser historicamente preciso. Há uma música country Odd Ball Plays como a explosão do pátio ferroviário que nem perto de ter sido lançada na época.

Junte-se à lista de discussão

Além da associação, isso serve para obter atualizações sobre erros em lançamentos recentes. Os endereços não são repassados ​​a terceiros e são usados ​​exclusivamente para comunicação direta a partir deste site. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento.


Críticas populares

Não fale comigo sobre seus grandes, grandes heróis.

A expressão no rosto de Clint Eastwood quando Oddball de Donald Sutherland fala com ele sobre seu mini batalhão de tanques Sherman e o que ele normalmente faz com eles quando vão para a batalha é um dos muitos pequenos prazeres que os Heróis de Kelly têm por trás entre os maiores.

A pior coisa que você pode fazer quando começa a assistir a este filme é pensar que será um verdadeiro filme de guerra. Porque não é. Sutherland interpretou um hippie pelo menos 20 anos antes de haver tal coisa e usando frases como: "Por que você não acaba com essas ondas negativas?" Você ...

não há muito para ver aqui que os filmes anteriores de homens em uma missão não foram os primeiros (e mais fortes), até o violento cinismo e o ângulo de lucro da guerra. vale a pena, no entanto, pela performance pateta e stoner de donald sutherland e pela última meia hora que fica muito perto do território do oeste de spaghetti - embora nem de longe tão brutal quanto deveria ser.

"Somos apenas soldados, certo? Nem mesmo sabemos do que se trata esta guerra. Tudo o que fazemos é lutar e morrer, e para quê?"

este é um filme de alcaparra fantástico, divertido, divertido, cínico. guerra como um ato de puro interesse próprio. ninguém parece se importar de onde veio todo aquele ouro nazista.

Nos anos em que tenho registrado meu diário de cinema no LB, só algumas vezes notei um marco memorável estranho. Kingdom of Heaven foi a minha 4.000ª anotação no diário, o Sr. Holmes foi a minha 5.000ª anotação no diário e minha milésima revisão foi Prince's Purple Rain. Eu mantenho um diário de cinema desde setembro de 2009, quase 9 anos, e este filme será minha 3000ª crítica.
Brian G. Hutton dirigiu o clássico de guerra de Clint Eastwood / Richard Burton Where Eagles Dare em 1968. Era o material daqueles antigos Commando Comics, uma adaptação tipicamente emocionante do romance de Alistair MacLean em que o personagem de Eastwood literalmente matou mais alemães do que o Comando de Bombardeiro. Os heróis de Kelly de apenas dois anos depois ...

Uma espécie de pato estranho de um filme da Segunda Guerra Mundial. Em vez da saudação chauvinista da bandeira americana aos "heróis da maior geração" que quase todos eles são. Este é mais um irmão de sangue do M.A.S.H. de Altman. A guerra é o caos, as pessoas são egocêntricas e foda-se tudo - estou indo para o ouro.

Começamos com um pelotão de tropas mantidas juntas por seu cachorro latindo NCO Telly Savalas enquanto são bombardeados por sua própria artilharia incompetente. O comandante deles está em algum lugar tentando salvar um iate para si mesmo. E Eastwood descobre sobre um enorme estoque de caldo de ouro recolhido pelos nazistas. Eles são obrigados a ficar por alguns dias enquanto o ...

Oddball & gt Qualquer outro personagem na história do cinema.

"Eles começaram a roubar um banco. E quase ganharam uma guerra em vez disso"

Mais um filme de aventura / assalto ambientado na Segunda Guerra Mundial do que um filme de guerra convencional, já que Brian G. Hutton reúne todos os meus melhores amigos de 'The Dirty Dozen' e 'Where Eagles Dare', como Clint Eastwood, Telly Savalas e Donald Sutherland, e joga em Harry Dean Stanton para uma boa medida, como esta equipe desorganizada de soldados decide puxar o maior roubo, 3 milhas atrás das linhas inimigas, no meio ou na guerra. Claramente inspirado pelo trabalho do banco em 'For a Few Dollars More' (Ennio Morricone até mesmo fornecendo a trilha), este filme se desdobra nas explosões, apenas explodindo tudo para o reino vir, e é tão ...

"Kelly vai fazer com que todos morram!"
"Estamos sendo mortos agora, amigo, por cinquenta dólares por mês."

The Dirty Dozen e Onde as águias ousam combine com alguma sátira densa na segunda aventura de guerra mais memorável de Brian Hutton, Heróis de Kelly. Mais uma vez se juntando a Clint Eastwood, agora ele tem 16 milhões de razões para ir para trás das linhas inimigas neste filme de 1970 que já começa a ver filmes militares com um viés mais anti-guerra do que o usual de Hollywood na época. Agradeça ao conflito interminável do Vietnã por essa mudança em muitos filmes à medida que entramos nesta próxima década.

Começando com um bombardeio desorganizado com projéteis vindos de todos os lados - inimigos e amigos - a 35ª Divisão de Infantaria se aproxima de Nancy, França. Coronel Dankhopf…

Sgt. Estranho: «Não me bata com essas ondas negativas tão cedo pela manhã.»

Elenco: Clint Eastwood, Telly Savalas, Donald Sutherland, Don Rickles, Carroll O'Connor

A definição perfeita para isso provavelmente seria - Matança de Geração encontra Três reis durante a segunda guerra mundial. E eu absolutamente amo isso.

A abertura é simplesmente maravilhosa e tão absurda que te puxa direto para a ação. Um jipe ​​americano com Clint Eastwood ao volante está desconfortavelmente localizado no meio de um comboio alemão de tanques e soldados. Os dois americanos capturaram um oficial da inteligência alemã e estão prestes a levá-lo embora sem serem notados. Mas, não, isso não aconteceria.

Kelly (Eastwood) recupera informações do oficial alemão que…

. por 1,6 milhão de dólares, poderíamos nos tornar heróis por três dias.
-Sgt. Oddball

A continuação de Brian G. Hutton do excelente filme de aventura da Segunda Guerra Mundial, Where Eagles Dare, retorna à mesma guerra, mas troca a aventura heróica por comédia e sátira. No entanto, isso não é uma crítica ao filme, como acho que talvez prefira Heróis de Kelly no geral e acho que ainda está entre os melhores filmes de aventura da Segunda Guerra Mundial, embora seja uma comédia no coração.

O elenco do ensemble é nada menos que icônico enquanto consegue se manter diverso ao mesmo tempo. O roteiro teve que ser adaptado após o elenco, já que cada personagem joga com os pontos fortes dos atores. Clint Eastwood (Unip. Kelly) é o…

Estou com a missão de assistir a um monte de filmes de caras em missão. Então, eu eliminei um recurso duplo de The Dirty Dozen e Heróis de Kelly. Missão cumprida.

Heróis de Kelly é um gênero fluido, anacrônico e uma tarde divertida e diabólica de sábado. Claro que tem falhas, mas não quero bater em você com essas ondas negativas.

Após o sucesso de Onde as águias ousam, Clint e o prodígio de dois sucessos Brian G. Hutton, retornaram em 1970 para outra missão com um orçamento pirotécnico ainda maior e um elenco mais explosivo. É muito mais um filme do Vietnã, embora seja ambientado na 2ª Guerra Mundial na França.

Apesar de seu tom cômico e pecados flagrantes contra a plausibilidade, vejo muito de Salvando o Soldado Ryan no Heróis de Kelly, particularmente na captura do caos ...

Tenho certeza de que Steven Spielberg se viu influenciado pelos Heróis de Kelly ao criar o Resgate do Soldado Ryan, não que ele canalizasse o talento de sensacionalismo e o tom de glorificação de Brian G. Hutton, já que Spielberg queria demonstrar os horrores e os dolorosos sacrifícios da guerra, mas em seu espírito de aventura, camaradagem e brincadeiras de interação entre soldados é claramente originado do filme de Hutton.

Saindo de sua colaboração de sucesso com Clint Eastwood em Where Eagles Dare, ele coloca o ator fora do papel coadjuvante e assume o papel central neste filme épico de conjunto, girando em torno das motivações oportunistas desses soldados enquanto eles tropeçam em informações que podem levar para se tornarem 16 milhões de dólares mais ricos. Está dentro…


Críticas populares

Não fale comigo sobre seus grandes, grandes heróis.

A expressão no rosto de Clint Eastwood quando Oddball de Donald Sutherland fala sobre seu mini batalhão de tanques Sherman e o que ele normalmente faz com eles quando vão para a batalha é um dos muitos pequenos prazeres que os Heróis de Kelly têm por trás dele entre os maiores.

A pior coisa que você pode fazer quando começa a assistir a este filme é pensar que será um verdadeiro filme de guerra. Porque não é. Sutherland interpretou um hippie pelo menos 20 anos antes de haver tal coisa e usando frases como: "Por que você não acaba com essas ondas negativas?" Você ...

não há muito para ver aqui que os filmes anteriores de homens em uma missão não foram os primeiros (e mais fortes), até o violento cinismo e o ângulo de lucro da guerra. vale a pena, no entanto, pela performance pateta e stoner de donald sutherland e pela última meia hora que fica muito perto do território do oeste de spaghetti - embora nem de longe tão brutal quanto deveria ser.

"Somos apenas soldados, certo? Nem mesmo sabemos do que se trata esta guerra. Tudo o que fazemos é lutar e morrer, e para quê?"

este é um filme de alcaparra fantástico, divertido, divertido, cínico. guerra como um ato de puro interesse próprio. ninguém parece se importar de onde veio todo aquele ouro nazista.

Nos anos em que tenho registrado meu diário de cinema no LB, só algumas vezes notei um marco memorável estranho. Kingdom of Heaven foi a minha 4.000ª anotação no diário, o Sr. Holmes foi a minha 5.000ª anotação no diário e minha milésima revisão foi Prince's Purple Rain. Eu mantenho um diário de cinema desde setembro de 2009, quase 9 anos, e este filme será minha 3000ª crítica.
Brian G. Hutton dirigiu o clássico de guerra de Clint Eastwood / Richard Burton Where Eagles Dare em 1968. Era o material daqueles antigos Commando Comics, uma adaptação tipicamente emocionante do romance de Alistair MacLean onde o personagem de Eastwood literalmente matou mais alemães do que o Comando de Bombardeiro. Os heróis de Kelly de apenas dois anos depois ...

Uma espécie de pato estranho de um filme da Segunda Guerra Mundial. Em vez da saudação chauvinista da bandeira americana aos "heróis da maior geração" que quase todos eles são. Este é mais um irmão de sangue do M.A.S.H. de Altman. A guerra é um caos, as pessoas são egocêntricas e foda-se tudo - estou indo para o ouro.

Começamos com um pelotão de tropas mantidas juntas por seu cachorro latindo NCO Telly Savalas enquanto são bombardeados por sua própria artilharia incompetente. O comandante deles está em algum lugar tentando salvar um iate para si mesmo. E Eastwood descobre sobre um enorme estoque de caldo de ouro recolhido pelos nazistas. Eles são obrigados a ficar de braços cruzados por alguns dias enquanto o ...

Oddball & gt Qualquer outro personagem na história do cinema.

"Eles começaram a roubar um banco. E quase ganharam uma guerra em vez disso"

Mais um filme de aventura / roubo ambientado na Segunda Guerra Mundial do que um filme de guerra convencional, já que Brian G. Hutton reúne todos os meus melhores amigos de 'The Dirty Dozen' e 'Where Eagles Dare', como Clint Eastwood, Telly Savalas e Donald Sutherland, e joga em Harry Dean Stanton para uma boa medida, como esta equipe desorganizada de soldados decide puxar o maior roubo, 3 milhas atrás das linhas inimigas, no meio ou na guerra. Claramente inspirado pelo trabalho do banco em 'For a Few Dollars More' (Ennio Morricone até mesmo fornecendo a trilha), este filme se duplica nas explosões, apenas explodindo tudo para o reino vir, e é tão ...

"Kelly vai fazer com que todos morram!"
"Estamos sendo mortos agora, amigo, por cinquenta dólares por mês."

The Dirty Dozen e Onde as águias ousam combine com alguma sátira densa na segunda aventura de guerra mais memorável de Brian Hutton, Heróis de Kelly. Mais uma vez juntando-se a Clint Eastwood, agora ele tem 16 milhões de razões para ir para trás das linhas inimigas neste filme de 1970 que já começa a ver filmes militares com uma inclinação mais anti-guerra do que a tarifa usual de Hollywood na época. Agradeça ao conflito interminável do Vietnã por essa mudança em muitos filmes à medida que entramos nesta próxima década.

Começando com um bombardeio desorganizado com projéteis vindos de todos os lados - inimigos e amigos - a 35ª Divisão de Infantaria se aproxima de Nancy, França. Coronel Dankhopf…

Sgt. Estranho: «Não me bata com essas ondas negativas tão cedo pela manhã.»

Elenco: Clint Eastwood, Telly Savalas, Donald Sutherland, Don Rickles, Carroll O'Connor

A definição perfeita para isso provavelmente seria - Matança de Geração encontra Três reis durante a segunda guerra mundial. E eu absolutamente amo isso.

A abertura é simplesmente maravilhosa e tão absurda que te puxa direto para a ação. Um jipe ​​americano com Clint Eastwood ao volante está desconfortavelmente localizado no meio de um comboio alemão de tanques e soldados. Os dois americanos capturaram um oficial da inteligência alemã e estão prestes a levá-lo embora sem serem notados. Mas, não, isso não aconteceria.

Kelly (Eastwood) recupera informações do oficial alemão que…

. por 1,6 milhão de dólares, poderíamos nos tornar heróis por três dias.
-Sgt. Oddball

A continuação de Brian G. Hutton do excelente filme de aventura da Segunda Guerra Mundial, Where Eagles Dare, retorna à mesma guerra, mas troca a aventura heróica por comédia e sátira. No entanto, isso não é uma crítica ao filme, como acho que talvez prefira Heróis de Kelly no geral e acho que ainda está entre os melhores filmes de aventura da Segunda Guerra Mundial, embora seja uma comédia no coração.

O elenco do ensemble é nada menos que icônico enquanto consegue se manter diverso ao mesmo tempo. O roteiro teve que ser adaptado após o elenco, já que cada personagem joga com os pontos fortes dos atores. Clint Eastwood (Unip. Kelly) é o…

Estou com a missão de assistir a um monte de filmes de caras em missão. Então, eu eliminei um recurso duplo de The Dirty Dozen e Heróis de Kelly. Missão cumprida.

Heróis de Kelly é um gênero fluido, anacrônico e uma tarde de sábado muito divertida. Claro que tem falhas, mas não quero bater em você com essas ondas negativas.

Após o sucesso de Onde as águias ousam, Clint e o prodígio de 2 sucessos Brian G. Hutton, retornaram em 1970 para outra missão com um orçamento pirotécnico ainda maior e um elenco mais explosivo. É muito mais um filme do Vietnã, embora seja ambientado na 2ª Guerra Mundial na França.

Apesar de seu tom cômico e pecados flagrantes contra a plausibilidade, vejo muito de Salvando o Soldado Ryan no Heróis de Kelly, particularmente na captura do caos ...

Tenho certeza de que Steven Spielberg se viu influenciado pelos Heróis de Kelly ao criar o Resgate do Soldado Ryan, não que ele canalizasse o talento de sensacionalismo e o tom de glorificação de Brian G. Hutton, já que Spielberg queria demonstrar os horrores e os dolorosos sacrifícios da guerra, mas em seu espírito de aventura, camaradagem e brincadeiras de interação entre soldados é claramente originado do filme de Hutton.

Coming off fresh from his successful collaboration with Clint Eastwood in Where Eagles Dare, he places the actor out of the supporting role and taking centre stage in this epic ensemble film, revolving around the opportunistic motivations of these soldiers as they stumble upon information that may lead them to becoming 16 million dollars richer. It is in…


Ao nos fornecer seu e-mail, você está optando pelo Early Bird Brief.

“Who the hell’s that?” Kelly demands.

“His name’s Oddball,” says Crapgame, rolling his eyes.

For Sutherland, 1970 was a historic war movie double header. His role in “Kelly’s Heroes” came fresh off a star turn in “M*A*S*H,” in which he played Army surgeon Hawkeye Pierce in a movie set in the Korean War — but clearly a jab at the then-raging conflict in Vietnam.

/>Actor Donald Sutherland played the role of Sgt. Oddball in the movie "Kelly's Heroes," released July 23, 1970. Photo courtesy of his agent.

That role cemented Sutherland’s next one, he said in an email interview with Military Times.

“Troy Kennedy Martin’s script and the person of Brian Hutton,” Sutherland said when asked what attracted him to the Oddball role, referring to film’s writer and director.

“I’d just finished ‘M*A*S*H’ and my beloved producer Ingo Preminger told me my life was going to change when it came out. So I figured maybe I’d not get a chance to play this kind of a fellow again. Eu estava errado. I have had many such chances. But that’s part of what sent me to MGM and Brian Hutton’s office. The bigger part was that I loved Oddball. Adored him!”

Sutherland, who turned 85 on July 17, said that while he instantly loved the script, he didn’t realize at the time just how endearing the movie would become.

“My first impression was that it was hysterically funny. Iconoclastic, perfect,” he said. “Nobody died. At least they didn’t die in the original script, but then some idiot producer, (now dead himself), who insisted that there had to be deaths. Brian fought it, didn’t want it, but money shouted so Brian ended up giving him a minefield.”

Sutherland was referring to a scene — about 70 minutes into the film — where three of their band of burglarious brothers — Michael Clark as Pvt. Grace, Fred Pearlman as Pvt. Mitchell and Tom Troupe as Cpl. Job, are killed — one by a mine and two by German small arms fire.

“I love Kelly’s,” said Sutherland. “About it being a favorite? You don’t think about how it’s going to be received when you’re doing it. But afterwards, when people speak to me about it, it always pleases me. I liked his dog imitation. Woof Woof.”

The year 1970 was a bonanza for war flicks. In addition to “Kelly’s Heroes” and “M*A*S*H,” movie goers went to see “Patton”, “Tora! Tora! Tora!,” and “Catch-22,″ among many released that year.

The WWII films debuted during a time when protests against the Vietnam War were raging. By 1970 nearly 35,000 U.S. troops had perished in the conflict, including more than 6,000 that year. That May National Guard troops shot four students dead at Kent State in Ohio, further eroding any support for the war and expediting efforts to pull out.

But despite everything going on in the world at the time, and though Sutherland was coming off a decidedly anti-Vietnam War movie, the Canadian-born actor says current events didn’t influence how he played the seemingly permanently baked Oddball.

“No,” he said when asked if reaction to the Vietnam War influenced his portrayal. “None that I can think of, just Troy’s script, Hutton and my imagination. It was about staying alive. Being in Europe. Watching Rickles make money. There’s a song that the British 8th Army in Italy in WW2 sang about Lady Astor that touches my heart. It’s about soldiers. Infantrymen. That’s the pain and suffering and struggle of war. We were about the idiocy of war.”

NEGATIVE WAVES, POSITIVE REACTION

Shot during a time when marijuana and acid were widely used and mysticism was gaining pop culture traction, Oddball uttered what would become one of filmdom’s most endearing, and enduring, catchphrases — even though it doesn’t come until nearly 53 minutes into the film.

“Don’t hit me with them negative waves so early in the morning,” Oddball tells Moriarity, after the latter wonders what will happen if a railroad bridge, one needed to get the three M4 Sherman tanks over a river, is no longer there.

Sutherland gave full credit for the “negative waves” words and scenes to screenwriter Troy Kennedy Martin.

“Troy’s line,” he said when asked if it was scripted or ad-libbed. “All of it. Pretty much everything I said was scripted. I thought it was a terrific script. Oddball took over my life. He inhabited me. Guided me. I was in love with my Sherman tank.”

From the chiding encounters between Oddball and Moriarity, to the French cafe scene, to “drinking wine and eating cheese,” to the Tiger tank showdown riff on the “Good The Bad and The Ugly,” fan-favorite Oddball moments are many.

“I liked everything,” he said of his character, who wore the tri-color, triangle patch of the 6th Armor Division on his leather jacket. “Beginning to end. He was exactly who he was and he carried me with him all the way through the six months of shooting.”

“Kelly’s Heroes” had an all-star cast that, in addition to the aforementioned actors, included Stuart Margolin as Little Joe and Harry Dean Stanton as Willard, among many others.

It was a fun group, Sutherland said.

/>Donald Sutherland, left, and Don Rickles in the war film "Kelly's Heroes," directed by Brian G. Hutton, 1970. (MGM Studios/Archive Photos/Getty Images)

“We had little campers out in a field near each location. Clint’s had a sign on it. ‘Clint Eastwood: Private.’ Don Rickles’ was right next to Clint’s and it had a sign on it saying: ‘Don Rickles — mister friendly — everybody welcome.’ That’s what it was like 24/7.”

Sutherland said he is “terrifically pleased” that Oddball is still such a favorite character, especially in the military and veteran communities.

After 50 years, is there any question about Oddball that hasn’t been asked?

“You’re joking, right?” Sutherland quipped.

Will the Tao of Oddball live on with future generations?

Maybe Oddball himself can answer that question.

“Have a little faith, baby. Have a little faith.”

Os artigos do Post de observação refletem as observações do autor. Qualquer semelhança com notícias pode ser mera coincidência.

About Howard Altman

Howard Altman is an award-winning editor and reporter who was previously the military reporter for the Tampa Bay Times and before that the Tampa Tribune, where he covered USCENTCOM, USSOCOM and SOF writ large among many other topics.


CRACKER? Kelly's Heroes (1970)

The mission begins as a lark, but things get serious when a friendly fighter plane attacks Kelly and his crew destroying their vehicles and much of their equipment. To remind us the movie is only partly a comedy there is a scene involving a mine field that results in some poignant deaths among the group. Guys don’t mind shedding some tears if it is balanced with lots of explosions. For instance, Odd Ball’s three tanks attack a rail way station and to the blare of country music proceed to blast the crap out of the Germans.
One is a hippie and the other eats hippies for breakfast
KH is very entertaining if you can suspend disbelief and it winkingly expects you to. It is a deft blend of action, suspense, and humor. It’s the humor that separates it from its peers. It is populated with colorful characters and the casting is masterful. You have actors who could not crack a smile to save their lives (Eastwood and Savalas) paired with sitcom stars (Rickles and O’Connor). Throw in Sutherland, a counterculture icon, who the audience would assume is playing himself. Dropping a hippie into a WWII movie is so bizarre it works. The acting is good across the board and they appear to be having fun.
the high, the laconic, and the bald

23 comments:

I have seen it a couple of times and enjoyed it more each time. As you said, a serious suspension of disbelief is required, but once that is done, the movie flows really well. I usually don't like Donald sutherland, but I love Odd Ball. I even quote "stop sending negative waves" to the annoyance of friends. Glad to see that it will crack the top 100.

It's hard to believe it did not make the 100 Greatest. In my opinion, it is better than "the Dirty Dozen" and much better than "Guns of Navarone".

[Oddball sees that the bridge he wants to cross is intact and is pleased with himself]

[a plane flies over the bridge and bombs it. direct hit]

Eastwood was very unhappy with the way the movie turned out. He complained that MGM cut key scenes, diluting the anti-war message and obscuring the character development. He said he eventually saw three or four different cuts of the movie, and none of them was the version he wanted. I first saw it in a re-release shortly after "All in the Family" had become a big hit, and the ad campaign played up Carroll O' Connor ("World War Three is about to start! Archie Bunker is a general!") I did like the walkdown scene near the end, with the imitation spaghetti western music, but it was only funny because Clint was the star and it was self-parody. Eastwood's comedy "Every Which Way But Loose" had a similar in-joke in a showdown scene, and (at least in the theater where I saw it) it brought down the house.

Obrigado. Some good stuff. You make an interesting point about the movie not being very anti-war. It is one of the few war movies that isn't. If you look at my list of its subgenre brethren, only KH and Where Eagles Dare do not have a main character dying.

I have no opinion as I have not seen it. Nor the Dirty Dozen.
I'm suspicious of the humour. You write it has a heavy dose of humour. I'm afraid it has a dose of heavy humor,
I'll have to find out. Great cast.

I am pretty sure you would not like it. It is very much a guy movie.

It is very much a guy thing. Supposedly, Ingrid Pitt was signed to be in it, but her part was cut out at the last minute. A love story subplot probably would have been incongruous and would have slowed the pace too much.

Obrigado. I think I had read that somewhere. As I recall, not a single word is said by a female in the movie.

The guy thing comment is totally uncalled for - if that was a reason for my not liking a movie I find it hard to explain why Black Hawk Down is one of my all-time favourite movies. Duh to the both of you.

No offense intended. I did not say that no women would like this movie, just that it is the kind of movie that is traditionally thought of as a "guy's movie." FWIW, my late mother liked Kelly's Heroes, Dirty Harry, and Hang 'em High. Mom was very much a Clint Eastwood fan.

It's quite enjoyable. As a war/heist combination it could only be compared with Three Kings or the French comedy Les Morfalous, and in my opinion KH is much better than those two.

But I agree with your linking it with a broader 'commando' subgenre - probably born with Gung Ho! as soon as 1943 - except it is pushing the envelope to the limit: the individuality of the men and their skills lead to their changing entirely the goal of military action for private purposes.

That did not happen in previous commando movies: they were of course glorifying the power of a small group of skilled, autonomous individuals (no wonder so many were produced as soon as the 50s) but the goal was always for the greater good, which meant the frictions with the 'classical' hierarchy were only the cost of doing business.

So indeed, KH contains a subversion typical of the late 60s Calif counter-culture. Yet, if this subversion can be justly deemed as carrying an 'anti-war' message, the final movie is certainly not anti-violence. hence its ambiguity.

Muito interessante. I will look into that French movie. I think I would have to say that 3 Kings is better than KH because 3K is not just trying to entertain. They are great bookends to that war/heist subgenre.

I wouldn't expect too much from Les Morfalous if I were you (unless your French is in mint condition, for the only good thing in it are a few lines written by Michel Audiard). :)

As 'Anonymous' pointed out, I'm not sure Eastwood's intention was only to entertain, even if the result wasn't achieved. You're right about 3K of course - but I can hardly remember any of it.


Kelly's Heroes [1970] - History

Starring Chris Hemsworth, Kate Blenchett

Thor Ragnarok (2017)

Starring Chris Hemsworth, Kate Blenchett

Thor Ragnarok (2017)

Starring Chris Hemsworth, Kate Blenchett

LATEST RELEASES

Thor Ragnarok (2017)

Starring Chris Hemsworth, Kate Blenchett

Thor Ragnarok (2017)

Starring Chris Hemsworth, Kate Blenchett

Thor Ragnarok (2017)

Starring Chris Hemsworth, Kate Blenchett

SEARCH BY GENRE

  • Action
  • Aventura
  • Animation
  • Biografia
  • Comedy
  • Crime
  • Documentary
  • Drama
  • Família
  • Fantasy
  • Brigando
  • Game-Show
  • História
  • Horror
  • Música
  • Musical Mystery
  • Notícia
  • Point-and-click
  • Reality-TV
  • Role-playing (RPG)
  • Romance
  • Science Fiction
  • Shooter
  • Sitcom
  • Sport
  • Tactical
  • Talk-Show
  • Filme de ação
  • Guerra
  • ocidental
Thor Ragnarok (2017)

Starring Chris Hemsworth, Kate Blenchett

Thor Ragnarok (2017)

Starring Chris Hemsworth, Kate Blenchett

Box Office Buz is an entertainment website covering everything from gadgets and gaming to movies and comics.


30 things we didn’t know about Kelly’s Heroes – Donald Sutherland was ill, expected to die before his wife got to Yugoslavia

Film is based upon a true incident. The caper was covered in a book called “Nazi Gold: The Sensational Story of the World’s Greatest Robbery – and the Greatest Criminal Cover-Up” by Ian Sayer and Douglas Botting. The heist was perpetrated by a combination of renegade Nazi and American officers. It was also listed as the “biggest” robbery ever in the Guinness Book of Records, in the 1960s.

In 1945, as Allied bombers continued their final pounding of Berlin, the panicking Nazis began moving the assets of the Reichsbank south for safekeeping. Vast trainloads of gold and currency were evacuated from the doomed capital of Hitler’s ‘Thousand-year Reich’.

Nazi Gold is the real-life story of the theft of that fabulous treasure – worth some 2,500,000,000 at the time of the original investigation. It is also the story of a mystery and attempted whitewash in an American scandal that pre-dated Watergate by nearly 30 years. Investigators were impeded at every step as they struggled to uncover the truth and were left fearing for their lives.

Vizinada’s square where the climax of Kelly’s Heroes was filmed.

The authors’ quest led them to a murky, dangerous post-war world of racketeering, corruption and gang warfare. Their brilliant reporting, matching eyewitness testimony with declassified Top Secret documents from the US Archives, lays bare this monumental crime in a narrative which throngs with SS desperadoes, a red-headed queen of crime and American military governors living like Kings. Also revealed is the authors’ discovery of some of the missing treasure in the Bank of England. Douglas Botting (Author), Ian Sayer (Author)

So let’s have a look as some more bizarre trivia from a fantastic film:

Donald Sutherland became seriously ill during filming on location in Yugoslavia. His wife received a telegram telling her to come immediately but warning her that he would probably be dead before she arrived.

The noise made by electric motors of the Tigers’ turrets was later used for the movements of the power lifters in Aliens (1986).

Sutherland in November 2014. Ibsan73 CC BY 2.0

It was during shooting in Yugoslavia 1969, that Donald Sutherland received word, via co-star Clint Eastwood, that his then-wife Shirley Douglas was arrested for trying to buy hand-grenades for the Black Panthers with a personal cheque from an undercover FBI agent. Sutherland recounts this story often, mentioning that when Eastwood got to the part about the personal cheque, he laughed so hard, he fell to his knees, and Sutherland had to help him up. Eastwood then put his arm around Sutherland and walked him down the hill that overlooked the Yugoslav countryside, assuring his friend with complete support of his predicament. Sutherland and Douglas, who are the parents of Kiefer and twin sister Rachel Sutherland, later divorced in 1970.

The movie was mainly filmed in Yugoslavia because the Yugoslavian army still had a large quantity of Sherman tanks in 1970.

The town is mostly the same as it was in the production, as seen in the photograph of the church square, in which the confrontation with the Tiger Tank takes place.

The “Tiger” tanks used in the film were actually Russian T-34 tanks which had been specially modified to look like Tiger tanks. This is apparent when you look at the suspension of the tanks (T-34s used a modified Christie suspension, whereas the Tigers’ wheels were much more elaborate.)

The German Tiger tank commander (played by Karl-Otto Alberty) appears to be a parody – both in appearance and manner of speaking – of Marlon Brando’s portrayal of German Lt. Christian Diestl in The Young Lions (1958).

In the nineties, a group of Swedish war game enthusiasts started to build a 1/72 scale model of the town, where the robbery takes place. As they pursued accuracy they even traveled to Vizinada and in fact hired a pilot and plane to get aerial photos of the town. Croatian authorities thought they were foreign spies and arrested them. Reportedly, they were released after a couple of hours.

A record was made of Clint Eastwood singing “Burning Bridges”, the theme song from the film. It was released as a 45-rpm disc on Certron Records, catalog #C-10010, produced by Dickey Lee and Allen Reynolds (with the B-side of “When I Loved Her” also sung by Eastwood, and written by Kris Kristofferson).

The blue “crosshair” shoulder patch indicates Kelly and his men are from the 35th Infantry Division. It’s a National Guard Division, comprised of Guardsmen from Missouri, Nebraska, and Kansas.

Artillery sergeant Mulligan has a humorous name. In golf, a “mulligan” is a “do-over” a chance to repeat a bad shot. In the film, Sgt. Mulligan is repeatedly berated for his inaccuracy.

John Landis was a production assistant on this film. He also appears as an extra (he was one of the three nuns).

The ‘key’ symbol on the Tiger tanks denotes that they are attached to the 1st SS Panzer Division “Leibstandarte (Body guard unit) Adolf Hitler.”

14,000 gold bars, valued at $16M, equals about $1,143 per bar. At the long-standing price of $35/troy ounce, the bars would have had to weigh only 32.6 oz (almost 36 oz avoirdupois) each–probably a gross understatement, even though the bars are clearly much smaller than the standard “Fort Knox” size. But even assuming the weight is correct, 14,000 bars would weigh almost 16 tons (not counting boxes, men and equipment)–well beyond the capacity of the truck they were using. Then again (still with me, folks?), 14,000 bars, at only 12 to a box, would require over 1,100 boxes-seemingly a lot more than is in the pile. So maybe the German colonel was wrong.

The American fighter-plane that attacks Kellys group, is actually an Yugoslav “Ikarus Type 522” trainer, that flew for the first time in 1955.

Kelly, Big Joe and the other recon soldiers wear the shoulder patch of the 35th Infantry Division, which was fighting in the area of Nancy, France, in late summer 1944.

Clint Eastwood signed to do the film mainly because his friend and favorite director, Don Siegel, was set to direct it. However, Siegel ran into post-production problems while finishing up Two Mules for Sister Sara (1970) and had to withdraw from the project. Brian G. Hutton was then signed to direct. Eastwood, who had already signed a contract to do the film, couldn’t pull out.

Oddball’s division is the “Super Sixth”, the 6th Armored Division.

Mike Curb, who wrote the lyrics to the movie’s theme song “Burning Bridges,” served as lieutenant governor of California between 1978 and 1982.

A gold bar of 400 Troy ounces would measure roughly 2 inches x 3 inches x 9 inches and would weigh about 28 pounds. 14,000 bars at 28 pounds is 196 tons requiring a minimum of 78 two-and-a-half ton trucks to transport. The bar seen being handed around like it was a loaf of bread looks a bit larger, roughly 3 inches x 4 inches x 12 inches. A gold bar of this size weighs 75 pounds and 14,000 of these bars would weigh 523 tons requiring 209 trucks.

Oddball carries a Luger P-08 “Parabellum” semiautomatic gun, which were in service only in Switzerland and Germany.

Approximately 20 minutes were cut from the movie by MGM and studio boss James T. Aubrey before theatrical release. MGM even changed the title of the movie. Originally it was called The Warriors, then in post production it was changed to Kelly’s Warriors and then into Kelly’s Heroes. Clint Eastwood mentioned in interviews that he was very disappointed about the way movie was re-cut by studio because many deleted scenes not only gave depth to the characters but also made the movie much better. Some of the deleted scenes were shown on promotional stills and described in interviews with cast and crew for Cinema Retro’s special edition article about Kelly’s Heroes Oddball and his crew pack up to go over the lines to meet up with Kelly and others while local village girls are running around half naked.


Assista o vídeo: Mad Dog Morgan. POLSKI LEKTOR. Darmowy Film Fabularny. Cały Film. Western. Dramat. Movie